Brasil cria 644 mil vagas de emprego com carteira em 2019, sendo 71 mil na construção civil

Brasil cria 644 mil vagas de emprego com carteira em 2019, sendo 71 mil na construção civil

A construção civil tem uma cadeia produtiva importante para a geração de vagas de emprego, principalmente para a população mais pobre

Boas notícias! 644 mil novas vagas de emprego com carteira em 2019, sendo 71 mil criadas na construção civil. O melhor resultado em 6 anos. Processo seletivo aberto por empresa de construção civil demanda profissionais de ensino fundamental e médio

Leia também

O estoque de vagas formais no Brasil, ou seja, o número de pessoas atualmente empregadas com carteira, chegou a 39,055 milhões em 2019, ante 38,434 milhões de 2018. O resultado é o melhor desde 2015, quando o país fechou o ano com 39,234 milhões de empregos formais.

Os dados constam do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados na sexta-feira pelo Ministério da Economia.

Boa parte do desempenho positivo de 2019 se deve à geração de empregos no setor de serviços. Esse segmento gerou 382.525 novos postos de trabalho, mais da metade de todas as vagas geradas no ano. Em seguida, aparece o comércio, com 145.475 novos empregos.

A construção civil parece estar de volta foram 71.115 novas vagas, número quase quatro vezes maior do que o registrado em 2018. O desempenho setor, que vinha amargando resultados negativos nos últimos anos, é visto pela equipe econômica com entusiasmo.

O Sudeste puxou o saldo positivo do país com o maior número de vagas criadas: foram 318.219 . A liderança ficou com o estado de São Paulo que gerou 184.133 novos postos, seguido por Minas Gerais, que abriu 97.720.

Espírito Santo não ficou de fora, foram mais de 23 mil novos empregos em 2019, melhor resultado em 5 anos!

A maior geração de vagas foi  no setor de serviços com criação de 6,5 mil postos. Na sequência, aparecem os segmentos de serviços de alimentação, alojamento e manutenção (1,8 mil vagas), ensino (1,6 mil) e transportes e comunicação (1,6 mil).

Já o comércio abriu cerca de 3 mil vagas no ano, até novembro. O terceiro setor que mais criou oportunidades foi o da indústria de transformação, que teve saldo de 2,5 mil empregos no ano.

Na sequência estão a construção civil (2,4 mil vagas), agropecuária (1,1 mil), serviços industriais de utilidade pública (657), administração pública (264), e indústria extrativa mineral (167).

 

TENHA UM CV ESPECÍFICO PARA O SETOR DE ÓLEO E GÁS

Você gostaria de ter um currículo desenvolvido especialmente para uma vaga no meio marítimo, em plataforma, offshore ou cabotagem? Adquira seu currículo offshore formatado e específico aqui📄
Flavia Marinho

Sobre Flavia Marinho

Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore offshore