Após realizar testes no Corolla GR, a Toyota fará uso do hidrogênio como combustível no modelo GR Yaris

Valdemar Medeiros
por
-
04-12-2021 10:58:18
em Automotivo, Veículos a Hidrogênio
Toyota - Corolla GR - hidrogênio como combustível - GR yaris O três cilindros do GR Yaris serão usados como protótipo de testes para o uso de hidrogênio como combustível nos motores de combustão interna. – Foto: Reprodução/Toyota

A Toyota avança com os seus estudos para utilizar o hidrogênio como combustível, e após os testes no Corolla GR, agora é a vez do GR Yaris, entretanto com o combustível na forma de gás

Após realizar testes no Corolla GR de competição, a Toyota agora planeja usar o GR Yaris como plataforma de teste para uso do hidrogênio como combustível, uma aposta da gigante japonesa para contar com outra alternativa além dos carros elétricos. Utilizando o motor G16E-GTS, que passará a ser utilizado pelo Corolla GR hatchback, que também estreará nos EUA, a Toyota planeja colocar esse motor em outros modelos em breve.

Leia também

GR Yaris utiliza gás sob alta pressão

Youtuber do canal CarOnlineTv faz breve apresentação em evento da Toyota com o GR Yaris – Créditos: Reprodução/Youtube

O G16E-GTS, contando com três cilindros, 1.618 cm³, injeção dupla e turbocompressor, sofreu modificações para utilizar hidrogênio com combustível em sua forma gasosa, diferente da forma utilizada no Mirai, por exemplo.

Nesse caso, o Mirai e Corolla GR utilizaram hidrogênio líquido como reagente com oxigênio em células de combustível, gerando uma carga elétrica que pode ser utilizada diretamente na propulsão ou que pode ser armazenada em baterias. Já no GR Yaris, o protótipo utiliza o hidrogênio como combustível em forma de gás sob alta pressão, que é injetado nas câmaras de combustão para ignição, produzindo energia térmica que moverá os três pistões.

Com o uso do hidrogênio como combustível em forma de gás, a combustão do veículo acontecerá de forma muito mais rápida que na gasolina, tornando o motor mais responsivo ao pedal do acelerador. Sem nenhuma mudança do ronco produzido, o GR Yaris marca o início dos testes nas ruas, já tendo sido testado nas pistas de competição japonesas.

Toyota está refinando suas tecnologias em hidrogênio como combustível para o futuro

Para não se tornar uma dependente exclusivamente dos carros elétricos, a Toyota está apostando no hidrogênio como combustível, uma fonte importante para manter a produção de propulsores a combustão e uma indústria ameaçada.

A empresa afirma que está refinando cada vez mais suas tecnologias de motores a hidrogênio através do automobilismo, com os testes do Corolla GR, Mirai e agora do GR Yaris, e pretende atingir um modelo ainda melhor com base nesta fonte.

Para mercados como o da Europa, China e EUA, o uso do hidrogênio como combustível é uma alternativa interessante, entretanto para o Brasil e Índia, a troca pelo etanol deve se apresentar como uma melhor alternativa. Ainda assim, aqui também poderia ser uma boa alternativa, assim como já acontece, o gás natural veicular.

Conheça o GR Yaris

Em sua versão comum, o GR Yaris é ofertado com um motor 1.5 Dynamic Force que entrega ao veículo 125 cavalos de potência. O modelo também conta com outra opção, um híbrido 1.5 com potência combinada de 116 cavalos.

O compacto da Toyota consegue ir de 0 a 100 km/h em apenas 9 segundos e consegue atingir 180 km/h de velocidade máxima. Em seu design, o modelo vem equipado com faróis full LED, uma grade com elementos personalizados e um para-choque com contornos mais esportivos.

Suas rodas são aro 18 com pinças de freio vermelho. A Toyota ainda implementou alguns elementos de performance, como amortecedores mais responsivos, com o intuito de eliminar a carroceria ou levantamento das rodas durante a frenagem ou aceleração.

Publicidade




Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.