Início A Tesla é o maior competidor da Petrobras no atual e futuro cenário econômico

A Tesla é o maior competidor da Petrobras no atual e futuro cenário econômico

8 de setembro de 2020 às 09:06
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Tesla - Petrobras - Petróleo
Tesla Vs Petrobras em ilustração

A Petrobras é a empresa brasileira mais falada dos últimos anos, sem nenhuma dúvida, a Tesla por outro lado tem se mostrado um competidor de destaque e pode acabar pegando o lugar da líder petrolífera. Veja quais os principais motivos!

Mesmo em meio a crise, a Petrobras tem feito manobras para evitar principalmente a queima de caixa. Segundo CEO da Petrobras, atualmente ele possui até mesmo um app feito internamente que me mostra como está o caixa, o capital de giro, as vendas, o estoque, a operação das refinarias, a produção de petróleo, os preços de combustíveis da petrolífera e ao redor do mundo. Isso não existia antes.

Leia também

Fator Elon Musk e a Tesla

Essa é mais uma prova de que algumas startups estão mudando o mundo. Não apenas o Uber, mas uma série de empresas está trabalhando com a possibilidade de carros compartilhados em um futuro próximo e majoritariamente elétricos. É o que planeja a Tesla, talvez a empresa que tenha feito as companhias de automóveis mais temer.

O plano de longo prazo da Tesla é extremamente ambicioso e envolve mudar toda a forma que a humanidade se transporta, para um mundo ambientalmente mais sustentável.

Trabalhe no Setor Eólico do Brasil

Por conta disso, Elon Musk, seu CEO, pretende transformar a companhia em uma empresa que não apenas produz os carros e caminhões de amanhã, mas que também cria a infraestrutura para que eles possam andar livremente e que as outras companhias tenham a tecnologia para desenvolver seus próprios modeles de carro elétrico, perceba que os carros não necessitarão mais de combustível.

Governo deveria pensar em inovação para a Petrobras, energias limpas e deixar um legado verde

Talvez uma das incoerências maiores do governo brasileiro nos últimos anos tenha sido falar o quanto quer ser “eco-friendly” e priorizar o uso de combustíveis fósseis acima das outras. Por exemplo, o subsídio ao preço da gasolina nas altas do preço do petróleo, quando a Petrobras tinha que importar o combustível mais caro do que vendia aqui dentro.

Isso fez a companhia ter elevados prejuízos, além de ser um desastre para a indústria do Etanol (que é um combustível muito mais limpo que a gasolina) nacional.

Além disso, o governo teve que recorrer ao uso das térmicas para conseguir garantir. Poderia ter ajudado na popularização de painéis solares, uma forma fácil de gerar energia e muito boa para um país com a incidência solar que o Brasil tem.

Imagine quanta energia poderia ser gerada no nordeste, levando um progresso nunca antes visto na história deste país para aquela região que ainda é tão carente de desenvolvimento econômico (embora tenha se desenvolvido bastante nos últimos anos).  

Relacionados
Mais recentes