Volkswagen coloca 800 funcionários em férias coletivas por falta de material para produção, em fábrica no interior de São Paulo

Roberta Souza
por
-
27-09-2021 14:29:57
em Indústria e Construção Civil
Fábrica – São Paulo – Volkswagen Fábrica da Volkswagen/ Fonte: Motor1

Esta é a sexta vez que a fábrica da Volkswagen em Taubaté, no estado de São Paulo, que produz os modelos Gol e Voyage, anuncia paralisações neste ano

Hoje, segunda-feira (27/09), a Volkswagen iniciou um novo período de férias coletivas para 800 funcionários da fábrica de Taubaté, no interior do estado de São Paulo. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos, a paralisação é por causa da falta de peças e vai se estender por 10 dias. Essa é a sexta vez que a fábrica que produz os modelos Gol e Voyage, anuncia paralisações neste ano. Leia ainda esta notícia: Novas férias coletivas são anunciadas pela Renault em sua fábrica em São José dos Pinhais, no estado do Paraná

A falta de semicondutores continua afetando a fábrica da Volkswagen

O motivo alegado pela empresa é a falta de peças, principalmente semicondutores, que desde o início da pandemia estariam em falta e atrapalhando a produção de veículos. O sindicato informou que a medida vai valer para um grupo de 800 funcionários, o equivalente a um turno de produção. A data prevista para retorno dos trabalhadores à fábrica de Taubaté, no interior do estado de São Paulo, é dia 7 de outubro.

Atualmente, a fábrica de Taubaté produz os carros Gol e Voyage, mas está em fase de instalação de uma plataforma MQB, que vai permitir que a fábrica produza outros modelos de veículos. Segundo o sindicato, é a sexta vez no ano em que a Volkswagen coloca os funcionários em férias coletivas. O período mais recente havia sido entre agosto e setembro, quando 800 trabalhadores foram afetados pela medida, também por falta de peças.

A Volkswagen busca amenizar os efeitos

Volkswagen informou ao site G1 que a falta de semicondutores tem causado impacto indústria e a montadora busca minimizar os efeitos em sua produção. Veja nota abaixo:

“A escassez de capacidades de semicondutores tem levado a vários gargalos de fornecimento em muitas indústrias globalmente. Isso também tem gerado problemas no abastecimento da indústria automotiva ao redor do mundo durante o ano de 2021. O resultado são adaptações em toda a indústria na produção de automóveis, o que também afeta as marcas do Grupo Volkswagen. Nos últimos meses, o time da Volkswagen América Latina tem trabalhado intensamente, em parceria com a matriz e fornecedores, para minimizar os efeitos da escassez de semicondutores para a produção em suas fábricas na região. Entretanto, o cenário atual não demostra o encaminhamento para uma solução definitiva visando a normalização do fornecimento de chips.”

Confira ainda esta notícia: GM retomará segundo turno de fábrica em São Paulo e Rio Grande do Sul para produção de Tracker e Onix

A General Motors vai retomar a produção normal de veículos na fábrica de São Caetano do Sul, em São Paulo, na segunda-feira, 27 de setembro, e em Gravataí, no Rio Grande do Sul, no dia 4 de outubro, com o retorno do segundo turno de trabalho nas duas unidades. Com isso, a empresa espera recuperar ao menos parte dos cerca de 200 mil veículos que deixou de produzir no período em que as unidades ficaram fechadas por falta de semicondutores.

Em março deste ano, a GM havia paralisado suas produções nas fábricas do Brasil por conta da crise dos semicondutores, já que os modelos Onix possuem mais que o dobro destes componentes em comparação aos concorrentes da mesma categoria.

Santiago Chamorro, presidente da GM América do Sul diz que este é um momento muito importante para funcionários, sindicatos, fornecedores, concessionários e consumidores. A empresa possui uma grande expectativa de que a com a retomada de produção nas fábricas do Brasil após a crise de semicondutores, a montadora retome o ritmo positivo que teve no começo do ano.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe