Usina Uruguaiana, a primeira termoelétrica a operar no Brasil, será reativada na próxima sexta-feira (27)

Flavia Marinho
por
-
23-11-2020 16:04:50
em Usina e Agronegócio
Usina Uruguaiana, a primeira termoelétrica a operar no Brasil, será reativada na próxima sexta-feira (27) Ativação da Usina termoelétrica Uruguaiana adquirida em setembro pela empresa argentina Saesa Solución Energética garantirá 250 MW para o Brasil

Ativação da Usina termoelétrica Uruguaiana adquirida em setembro pela empresa argentina Saesa Solución Energética garantirá 250 MW para o Brasil

A Usina Uruguaiana (ex-AES Uruguaiana) – primeira termoelétrica a operar no Brasil e adquirida em setembro pela empresa argentina Saesa Solución Energética será ativada nesta semana e garantirá o Brasil, a partir de 1 de dezembro, 250 MW/mês de energia. Privatização Petrobras: Raízen e a dona dos postos Ipiranga – Ultra, disputam por refinarias no Paraná e Rio Grande do Sul

Leia também

Estarão presentes no evento o governador Eduardo Leite e do embaixador da Argentina no Brasil, Daniel Scioli. A inauguração acontecerá às 10h30min do dia 27 de novembro, na própria operação da termelétrica, localizada na cidade de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul.

A Usina Uruguaiana foi a primeira termoelétrica a operar no Brasil, sendo construída na década de 1990 e inaugurada em 2000.

Em 2009 a usina interrompeu sua atividade devido a quebra de contrato dos fornecedores de gás-natural, e reabriu em caráter emergencial em 2013, 2014 e 2015, por períodos temporários. Na época a termoelétrica tinha sob administração a AES,

Em setembro deste ano a usina foi adquirida pela empresa argentina Saesa Solución Energética, exploradora de jazidas de gás. A termoelétrica deve entrar em um novo processo, mais promissor, por conta de não depender mais de fornecedores externos.

“A antiga proprietária da usina (AES) chegou a trazer gás liquido de navios de várias regiões do mundo que ancoravam em Buenos Aires e vinham até Uruguaiana através de gasodutos, mas essa era uma operação muito cara”, recorda o deputado Frederico Antunes. Ele comemora a notícia, destacando que a reativação da usina é importante para todo o País, pois existem poucas estruturas com esta capacidade no Brasil. A linha que sai de Uruguaiana e vai até Garruchos tem como insumo principal o gás natural, que vem da Argentina. Com possibilidade de enviar energia para os dois países, a estrutura deve atender especialmente à demanda brasileira, suprindo principalmente os períodos de seca, que prejudicam a produção das hidroelétricas espalhadas pelo território nacional.

A linha sai de Uruguaiana e percorre cerca de 270 quilômetros até Garruchos, onde fica a estação conversora da usina e que tem como insumo principal o gás natural vindo da Argentina. Com possibilidade de enviar energia para os dois países, a estrutura deve atender em especial à demanda brasileira, suprindo principalmente os períodos de seca, que prejudicam a produção das hidrelétricas espalhadas pelo território nacional.

Fundada em 2006, Saesa Solución Energética é especialista em negócios envolvendo produtores de gás e energia, especialmente energia renovável, e consumidores.

Publicidade




Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.