Termelétrica Marlim Azul de Macaé avança mais uma etapa em suas obras

Termelétrica Marlim Azul de Macaé avança mais uma etapa em suas obras

Complexo Logístico Industrial de Macaé já estão demarcados em função de Marlim Azul; primeira de outras sete usinas que tornarão Macaé em 4 anos, a Cidade Energia.

Macaé a Cidade Energia, já é possível sentir o caminho de progresso e de prosperidade em meio ao ritmo intenso de máquinas e operadores que trabalham em áreas de milhares de metros quadrados situadas a margem da RJ-168, trazendo a memória o “boom” do petróleo, originado na década de 80 com a ocupação da Imbetiba pela Petrobras. As boas notícias não param por aí, o Terminal Portuário de Macaé recebe licença prévia e vai gerar cerca de 18 mil novas vagas de emprego!

A Macaé do futuro cresce no oeste. Dois projetos marcam a virada da cidade sobre os períodos de incerteza e reconduz um novo momento, ratificado pelas evidências positivas de 2,1 mil novas vagas de emprego registradas pela cidade no período de janeiro a outubro deste ano.

Já é possível ver pela estrada, a divisão dos lotes que foram demarcados para a construção de Marlim Azul, a primeira de outras sete usinas que compõem o CLIMA – Complexo Logístico Industrial de Macaé, que tornarão a cidade reconhecida dentro dos próximos quatro anos, como a Cidade Energia.

A termelétrica que está em fase de licenciamento, foi financiada em cerca de US$ 700 milhões pela Mitsubishi, Shell e Pátria Investimentos.

A cidade conta também com o Terminal Cabiúnas, que proporcionará não apenas a instalação de indústrias de diferentes segmentos, mas consolida um novo polo de desenvolvimento urbano e de infraestrutura, que já conta com investimentos pesados por parte da prefeitura.

O Arco Viário de Santa Tereza, estrada que conecta a RJ-168 à região do Parque dos Tubos, também começa a ganhar forma, gerando na região mais um eixo de deslocamento logístico a fim de servir  empresas do mercado de óleo e gás.

Macaé avança trazendo lembranças da representatividade regional alcançada ao longo de 40 anos de ascensão do petróleo, mantendo a população firme na esperança de dias melhores, mediante as marcas profundas geradas pela crise.

Os efeitos positivos já começam a ser sentidos na economia local, por conta dos projetos e dos bilhões de investimentos consolidados, conduzindo um novo momento que marca a Macaé do futuro.

Flavia Marinho

About Flavia Marinho

Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e experiente na indústria de construção naval. OBS: Não contratamos, então não envie currículos! Informações sobre empregabilidade apenas no site.