Techint acaba de assinar com a Eneva e vai gerar mais de 1500 empregos

TECHINT VAGAS TERMOELÉTRICA

Com pronunciamento oficial e direto do diretor da Techint no Brasil, 1500 vagas de empregos serão geradas apenas na fase de implementação da termoelétrica em Boa Vista, Roraima

O mais novo contrato assinado pela Techint com a Eneva será para a execução do projeto da termoelétrica de Roraima, em Boa Vista, onde serão gerados mais de 1.500 empregos para o Brasil na sua fase de implantação. “Estou muito feliz e orgulhoso do trabalho realizado pela nossa equipe, que nos permitiu chegar a esse resultado”. disse Luis Guilherme de Sá, Commercial and Business Development Director Techint

Em 31 de Maio a Eneva foi uma das vencedoras do Leilão para Suprimento a Boa Vista e Localidades Conectadas, pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). A empresa afirmou que fechou contrato com a Techint para a construção da usina, enquanto equipamentos críticos da ilha de potência do projeto serão fornecidos pela Siemens.

O leilão do governo federal para viabilizar soluções de suprimento de energia a Roraima fechou a contratação de uma potência nominal de 293,8 megawatts (MW), provenientes de nove empreendimentos que deverão demandar investimentos bilionários.

A companhia vai desenvolver em Roraima o projeto termelétrico Jaguatirica II, de e 132,3 MW, movido a gás natural, e abastecido com o gás produzido pela Eneva no campo de Azulão, no Amazonas.

O projeto deverá demandar um total de 1,8 bilhão de reais, sendo 40% em moeda estrangeira. A Eneva comercializou energia a um preço de referência de 798,17 reais por megawatt-hora, com receita fixa de 429,3 milhões por ano.

Complexo Parnaíba I, no Maranhão

A Techint E&C iniciará a construção de central termelétrica no Brasil.  A empresa realizará o fechamento de ciclo em um dos maiores complexos térmicos de geração de energia a gás natural do país.

Em fevereiro de 2019, a Techint E&C foi adjudicada para a construção da central termelétrica Parnaíba V, no complexo Parnaíba I, localizado em Santo Antônio dos Lopes, no Maranhão. O início das obras está previsto para o segundo semestre deste ano.

O contrato é o resultado da adjudicação da Eneva no leilão de energia promovido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em agosto de 2018. Neste âmbito, a Techint venceu o processo de licitação realizado pela Eneva para um projeto EPC Turn Key de construção e montagem da planta Parnaíba V, que consiste no fechamento de ciclo da planta Parnaíba I, que hoje opera em ciclo aberto.

O único projeto a gás natural contratado no leilão, a UTE Parnaíba V, terá uma capacidade instalada de 386 MW. Os equipamentos serão fornecidos pela GE, que conta com vasta experiência em tecnologia de turbogeradores e em fechamento de ciclo.

Cabe esclarecer que a Eneva é uma empresa integrada de energia, com ativos de petróleo e gás e geração de energia. Além disso, é considerada a maior empresa privada de geração térmica do Brasil.

Odebrecht fracassa na tentativa de vender a Braskem e não consegue fazer caixa!


Sobre Flavia Marinho

Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e experiente na indústria de construção naval. Se você têm uma sugestão de pauta, gostaria de postar vagas de empregos ou anunciar conosco, mandem um e-mail para [email protected] OBS: Não contratamos, então não envie currículos! Informações sobre empregabilidade apenas no site.