Home > Sem categoria

SBM Offshore vende participação no projeto FPSO Sepetiba para Mitsubishi e NYK

Paulo Nogueira
por
-
13-12-2019 11:28:27
em Sem categoria
SBM Offshore FPSO Sepetiba Mitsubishi e NYK

SBM Offshore anuncia um acordo de arrendamento e operação da FPSO Sepetiba com seus parceiros de longa data Mitsubishi Corporation e Nippon Yusen Kabushiki Kaisha

Após o anúncio em 11 de dezembro de 2019, com relação à assinatura do contrato da FPSO Sepetiba, a SBM Offshore tem o prazer de anunciar que celebrou um acordo de acionistas com seus parceiros de negócios de longa data Mitsubishi Corporation (MC) e Nippon Yusen Kabushiki Kaisha (NYK) sobre a alienação de uma participação de 35,5% nas empresas de propósito especial relacionadas ao arrendamento e operação da FPSO Sepetiba.

A MC adquiriu 20% e a NYK adquiriu 15,5% de participação nas empresas. A SBM Offshore é operadora e acionista majoritária com os restantes 64,5% de participação acionária.

A FPSO Sepetiba está atualmente em construção. A FPSO será implantada no campo de Mero, no offshore da Bacia de Santos, Brasil, a 180 quilômetros do Rio de Janeiro, sob um contrato de arrendamento e operação de 22,5 anos com a Petróleo Brasileiro S.A. (Petrobras). A entrega do FPSO está prevista para 2022.

Os efeitos financeiros dessa alienação foram antecipados na orientação da SBM Offshore para o ano completo de 2019, fornecida na Atualização de Negociação do Terceiro Trimestre deste ano.

Perfil Corporativo

A SBM Offshore é líder de mercado em sistemas de produção flutuante e possui múltiplas unidades atualmente em operação.

As empresas do Grupo empregam aproximadamente 4.350 pessoas em todo o mundo, incluindo cerca de 650 contratados, que estão espalhados por escritórios em mercados-chave, bases de apoio operacionais e frota de navios offshore. As empresas do Grupo empregam mais 400 pessoas, trabalhando para as joint ventures com dois estaleiros de construção.

As empresas nas quais a SBM Offshore N.V. possui investimentos direta e indiretamente são entidades separadas. Nesta comunicação, “SBM Offshore” é às vezes usada por conveniência, onde referências são feitas à SBM Offshore N.V. e suas subsidiárias em geral, ou onde nenhum propósito útil é servido pela identificação da empresa ou empresas em particular.

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.