Saipem faz mais de US $ 200 milhões em novos contratos de perfuração offshore

Scarabeo 8 saipem mar do norte contrato
 

O contrato usará a sonda Scarabeo 8 no Mar do Norte para operações em 2020 com a Wintershall, A Saipem também ganhou contratos no Oriente Médio

A Saipem informou nesta sexta-feira que um contrato foi assinado com a empresa alemã Wintershall para a perfuração de dois poços, mais dois opcionais em continuidade aos compromissos anteriores para as operações offshore da Noruega. O contrato será executado pela sonda semi-submersível de sexta geração Scarabeo 8, uma unidade de perfuração capaz de operar em ambientes adversos.

Espera-se que a sonda esteja em operação até aproximadamente o segundo trimestre de 2020.

“Com este contrato, a Saipem consolida sua presença no setor do Mar do Norte da Noruega e amplia sua base de clientes em perfuração offshore para um novo player importante”, disse Saipem.

Além disso, a Saipem foi premiada com um contrato no Oriente Médio, que envolve uma extensão de quatro anos do uso do jackpot alto Perro Negro 7.

O Perro Negro 7 é uma unidade de perfuração auto-elevável capaz de operar em profundidades de até 375 pés. O trabalho começou no final do primeiro trimestre de 2019.

“Com este compromisso de longo prazo, a Saipem fortalece e confirma sua presença em uma área fundamental de operações em águas rasas e em um mercado estratégico para a empresa como um todo”, concluiu Saipem.

Em notícias relacionadas, a Saipem foi recentemente noticiada pela Bloomberg em negociações para a venda de seus negócios de perfuração, tanto onshore quanto offshore.

De acordo com a gigante das notícias financeiras, o fornecedor italiano de serviços petrolíferos está em negociações com as partes interessadas para alienar suas unidades de perfuração em duas transações separadas.

A Bloomberg baseou seu relatório em informações fornecidas por fontes anônimas familiarizadas com o assunto, que também disseram que a Saipem, também envolvida em negócios de engenharia e construção, poderia optar por não vender o negócio de perfuração.

Sobre Paulo Nogueira

Formado em Eletrotécnica e entusiasta do setor de tecnologia, já atuei em empresas do ramo de energia, óleo e gás em operações de completação, perfuração e produção em empresas em parceria com grandes empresas multinacionais do setor.