Repsol Brasil desenvolve projeto inovador para monitorar oceanos e campos offshore

repsol

Embarcação autônoma e drone serão usados para inspeção de equipamentos offshore e monitorar vazamentos nos oceanos objetivando medidas mais rápidas de contenção e dispersão

Depois do uso de drones em inspeção de espaço confinado em tanques de FPSO’s usando drones, agora chegou a vez do meio ambiente agradecer. Uma outra iniciativa usando drones entre outras tecnologias está sendo implementado no segmento offshore.
Um projeto inovador está sendo realizado entre a Repsol Sinopec Brasil, em parceria com a TideWise e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

O projeto consiste em um sistema que identifica vazamentos de óleo no mar, coleta dados metoceanográficos e para alimentar modelos de dispersão de óleo, além disso esta tecnologia poderá ser aplicada também em campanhas de inspeção dos mais variados equipamentos offshore.

O novo sistema vai ajudar com uma tomada de decisão mais rápida e eficiente e vai operar com um veículo aéreo não tripulado (VANT) autônomo, tipo drone, que enviará os dados coletados de vazamentos par uma central integrada, por meio de câmeras.

O acionamento rápido de embarcações de contenção e limpeza, evitando impactos no meio ambiente é um dos principais fatores de otimismo com o projeto.

O protótipo do sistema está previsto para durar 18 meses e para iniciar em julho de 2020. O diretor da TideWise, Rafael Coelho, declarou que: “O uso de embarcações autônomas é uma tendência mundial, inclusive dentro da indústria offshore. Estamos integrando dois veículos autônomos para realizar uma tarefa única de maneira colaborativa. Essa tecnologia está sendo explorada pelos centros de pesquisa mais avançados do planeta, e ainda não existe uma solução vigente”.

A opinião da empresa

Segundo a Repsol Sinopec Brasil, o sistema foi pensado principalmente para apoiar planos de emergência e segundo seu gerente de Pesquisa e Desenvolvimento, além de utilizar o sistema visando o aumento da eficiência dos sistemas de monitoramento de vazamentos de óleo e consequentemente diminuição dos custos, a empresa pretende fazer inspeções em equipamentos offshore com o uso do sistema.

Leia também ! Conleste e conglomerado de empresas brasileiras vão instalar Termelétrica em Itaboraí !

Renato Oliveira

About Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)