Renováveis – Neoenergia aprova a construção de parques de energia solar na Paraíba

Roberta Souza
por
-
10-12-2020 17:58:47
em Energia Renovável
Paraíba, renováveis, energia Painéis de energia solar

Controlado pela Neoenergia, o conselho da Neonergia Renováveis aprovou na Paraíba, a construção de parques de energia solar

A Neonergia Renováveis aprovou hoje a construção dos parques de energia solar Luzia II e II, localizados em Santa Luzia, no Estado da Paraíba. A Neonergia informou que foram investidos 457 milhões no projeto, que terá capacidade de 149,3 MWdc e tem previsão para operar a partir do segundo semestre de 2022.

Confira ainda outras notícias do dia:

A Neoenergia afirmou que a energia gerada será comercializada no mercado livre e será 100% vendida até 2026. 20% será vendido antes do final da vida útil do projeto e terá como foco a assinatura de contrato de 12 anos com a operadora de telecomunicações Claro.

A companhia disse “A construção e a implantação do projeto estão plenamente alinhadas com a política de investimentos do Grupo Neoenergia, bem como com sua estratégia de crescimento em energias renováveis e de ter um posicionamento na liberalização do mercado de energia brasileiro”.

Sobre a Neoenergia:

A Neoenergia é uma empresa de capital aberto com ações (NEOE3) negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo. Controlada pela espanhola Iberdrola, atua no Brasil desde 1997, sendo uma das líderes do setor elétrico do país.

Presente em 18 estados, seus negócios estão divididos nas áreas de geração, transmissão, distribuição e comercialização. As distribuidoras da companhia, Coelba (BA), Celpe (PE), Cosern (RN) e Elektro (SP), atendem a 14 milhões de unidades consumidoras, que somam, ao todo, 34 milhões de pessoas.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe