Quatro grupos estrangeiros disputam Usina Angra 3 e modelagem servirá para oito novas usinas

usina nuclear

Só para a conclusão das obras da Usina Angra 3, é necessário um valor avaliado em cerca de US$ 3,8 bilhões, com expectativa para entrar em operação até em 2026.

O governo brasileiro deve anunciar no final do ano um plano ousado de ampliação do parque nuclear do país em parceria com a iniciativa privada como forma de viabilizar a conclusão da Usina Angra 3 e garantir a oferta firme de energia a partir do Sudeste e do Nordeste, onde novas usinas serão instaladas. Por falar em usina nuclear,  a primeira usina nuclear flutuante, iniciou sua primeira viagem na semana passada até o Ártico.

49% dos ativos de Angra 3 devem ser leiloados pelo governo federal para conclusão das obras, com o objetivo de ampliar o parque nuclear no território nacional, que pode gerar mais oito usinas pelo país, nas regiões Sudeste e Nordeste.

Os interessados: Rosatom (Rússia); China National Nuclear Corporation (China) e EDF (França) e Westinghouse (EUA)

Vencerá o grupo que tiver maior capacidade de financiamento para arcar com as obras bilionárias. Sendo os chineses os mais interessados e levam vantagens por terem elevada capacidade de financiamento.

Na recente visita à China feita pelo Ministro de Minas e Energia Bento Albuquerque, os chineses reafirmaram o interesse não só em Angra 3 como nas demais usinas que devem ser construídas até 2050.

Os Chineses se mostraram interessados também na exploração e enriquecimento de urânio, pelo fato do Brasil possuir a 6 maior reserva do mundo e explorado apenas um terço de suas jazidas.

Só para a conclusão das obras de Angra 3, é necessário um valor avaliado em cerca de US$ 3,8 bilhões, com expectativa para entrar em operação até em 2026. Todos os gastos ficarão sob responsabilidade da companhia privada que vencer o leilão e terá participação de 49% da usina. Os 51% restantes ficarão sob controle da União.

De acordo com informações, o governo estuda ainda a possibilidade de realizar algo chamado de “combinação de usinas”, que é ceder mais uma usina para quem for o comprador de Angra 3.

Atualmente, o Brasil possui duas usinas em operação (Angra 1 e 2), que representam 1,1% da geração de energia no país.

Galp tem aval para compra de fatia da Petrobras Biocombustível

Confira abaixo como funciona uma usina nuclear!

 

Flavia Marinho

About Flavia Marinho

Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e experiente na indústria de construção naval. OBS: Não contratamos, então não envie currículos! Informações sobre empregabilidade apenas no site.