Projeto de reforma da previdência passa no primeiro teste

Reforma da Previdência CCJ aprovada
 

O desenvolvimento será visto como uma vitória para o governo em um esforço para enfrentar os problemas fiscais do país. O índice da Ibovesta subiu para 96 mil pontos

O projeto de reforma da previdência social passou no primeiro teste crucial nesta terça-feira (23), quando o comitê do Congresso em Brasília votou que a legislação proposta era constitucional e poderia passar para o Congresso. O desenvolvimento será visto como uma vitória para o atual governo e do ministro da Economia, Paulo Guedes, que lideram o plano de reformas, que é visto como necessário para estabilizar a frágil economia do Brasil e encorajar investimentos estrangeiros e nacionais.

Guedes espera que o projeto da reforma da previdência social possa lidar com a precária posição fiscal do Brasil ao reduzir os pagamentos de pensão de R $ 1 trilhão (US $ 255 bilhões). Mas empresas em todo o país também aderiram ao projeto como um teste para determinar se o governo será capaz de perseguir sua agenda econômica mais ampla, incluindo planos para privatizações e desregulamentação.

Os mercados se reuniram na terça-feira quando as notícias foram divulgadas de que a Comissão de Assuntos Jurídicos e Constitucionais votaria o projeto. O índice de referência da Bovespa subiu 1,4%, para perto de 96 mil pontos.

O pacote de reformas será agora revisado por uma comissão do Congresso, antes de prosseguir para a Câmara dos Deputados e – se for bem sucedido lá – o Senado. Muitos analistas acreditam que o projeto pode ser aprovado até o terceiro trimestre deste ano.

Sobre Paulo Nogueira

Formado em Eletrotécnica e entusiasta do setor de tecnologia, já atuei em empresas do ramo de energia, óleo e gás em operações de completação, perfuração e produção em empresas em parceria com grandes empresas multinacionais do setor.