Porto do Açu ganha base de spool da empresa global franco-americana de petróleo e gás TechnipFMC; trabalhos iniciam em março

Flavia Marinho
por
-
10-02-2021 17:55:28
em Petróleo, Óleo e Gás
Porto do Açu - TechnipFCM - spool - Petrobras - vagas

A base de spool instalada pela TechnipFMC no Porto do Açu é mais moderna da companhia em todo o mundo e atenderá projetos da Petrobras

Boas notícias para São João da Barra, a nova instalação da empresa global franco-americana de petróleo e gás TechnipFMC foi instalada estrategicamente no Porto do Açu (RJ). Procurando emprego? Construtora Camargo Corrêa convoca para 770 vagas em obras de construção civil profissionais de ensino fundamental incompleto a superior, hoje 10 de fevereiro

ANÚNCIO

Leia também

A base de spool instalada pela TechnipFMC no Porto do Açu é mais moderna da companhia em todo o mundo, além de um importante ativo para atender às demandas futuras de projetos offshore

Com uma área total de 96.000 metros quadrados, as atividades na nova planta de spool da petroleira, serão iniciadas em março próximo para a execução do projeto Mero 1 EPCI e também será um ativo fundamental para o projeto Mero 2 EPCI, concedido pela Petrobras em agosto.

O escopo do contrato, estimado entre 500 milhões a 1 bilhão de dólares, abrange serviços de engenharia, aquisição, construção de todas as linhas rígidas, bem como a instalação e pré-comissionamento de todo o riser interno e sistema de linha de fluxo para interconectar 13 poços para o FPSO Guanabara.

Sobre Mero 1 e Mero 2 Petrobras

Os projetos Mero 1 e Mero 2 fazem parte do desenvolvimento de campo mais amplo do Brasil, administrado pelo Consórcio Libra. O campo está localizado na Bacia de Santos.

Eike Batista tenta recomprar Porto do Açu com ajuda da empresa chinesa China Development Integration (CDIL)

O ex bilionário empresário Eike Batista tentarecomprar o Porto do Açu com a ajuda da companhia China Development Integration (CDIL). Em dezembro, o empresário Eike Batista foi ao Porto do Açu, localizado no norte do Rio de Janeiro, com um investidor chinês para apresentá-lo ao local.

O Porto Açu já pertenceu integralmente a MMX (MMXM3), empresa do grupo EBX, de Eike Batista. Atualmente, a MMX está em recuperação judicial e se mantém em operação via liminar, sendo que o empresário ainda possui cerca de 49,7% na mineradora MMX.

Atualmente o Porto Açu é administrado pela Prumo Logística que é responsável por 25% das exportações brasileiras de petróleo. Em operação desde 2014, o empreendimento portuário, industrial e de geração de energia, é composto por 13 empresas – 7 independentes e 6 subsidiárias da Prumo.


⇒ Participe dos nossos grupos do Telegram e fique atento a todas as notícias do mercado de energia, empregos, projetos e outros assuntos microeconômicos do Brasil. Nossas informações sempre são direto das fontes e atualizadas. Acesse o Nosso Telegram aqui.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.