Início Porto de Suape segue líder nas operações de cabotagem e transporte de granéis líquidos, segundo dados da Antaq

Porto de Suape segue líder nas operações de cabotagem e transporte de granéis líquidos, segundo dados da Antaq

23 de junho de 2022 às 22:18
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Os resultados da Antaq para os primeiros 4 meses do ano de 2022 comprovaram que o Porto de Suape manteve a sua liderança entre os portos brasileiros nas operações de cabotagem e transporte de granéis líquidos, com ótimos números para o período.
Foto: Porto de Suape/Divulgação

Os resultados da Antaq para os primeiros 4 meses do ano de 2022 comprovaram que o Porto de Suape manteve a sua liderança entre os portos brasileiros nas operações de cabotagem e transporte de granéis líquidos, com ótimos números para o período.

O Porto de Suape, localizado no estado de Pernambuco, possui uma grande relevância no cenário portuário nacional e, na última quarta-feira, (22/06), continua mantendo sua liderança em diversas operações entre os portos brasileiros. Isso, pois o relatório da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) para os primeiros 4 meses do ano comprovou que o complexo segue líder nas operações de cabotagem e de transporte de granéis líquidos no país.

Dados da Antaq para o primeiro quadrimestre de 2022 mostram liderança do Porto de Suape nas operações de cabotagem e transporte de granéis líquidos

Ao longo dos últimos anos, o Porto de Suape conseguiu se tornar um dos maiores de todo o território nacional e garantiu a liderança em diversas operações portuárias, o que continua acontecendo no ano de 2022. A Antaq liberou o seu relatório com os resultados para os quatro primeiros meses deste ano e o estado de Pernambuco pode comemorar mais uma vez, pois o complexo continua sendo líder nas operações de transporte de granéis líquidos e nas atividades de cabotagem. 

Artigos recomendados

Assim, de acordo com o relatório da Antaq para os primeiros quatro meses do ano de 2022, o Porto de Suape realizou uma movimentação de 5,09 milhões de toneladas por cabotagem, ou seja, o transporte entre portos do próprio país, conseguindo assim um crescimento de 4,24% em relação ao mesmo período de 2021.

Dessa forma, o complexo pernambucano conseguiu superar grandes portos nacionais, como o Porto de Santos (SP), que é o maior atracadouro público do país e movimentou 4,50 milhões de toneladas por cabotagem (+ 4,21%) e o de Vila do Conde, no Pará, que operou 1,81 milhão (-2,99%).

E, além dos bons resultados para o Porto de Suape nas operações de cabotagem no Brasil, o relatório da Antaq comprovou que a movimentação total no país também conseguiu um crescimento significativo. Isso, pois todos os portos públicos movimentaram, por cabotagem, 21,5 milhões de toneladas de cargas no 1.º quadrimestre de 2022. Dentro desses números, o grande destaque das operações vai para os granéis líquidos e gases, que totalizaram um total de 3,54 milhões de toneladas, além dos contêineres, com 1,48 milhão de tonelada.

Movimentação de granéis líquidos ganha destaque e autoridade portuária comemora crescimento no transporte dessas cargas

Além do alto crescimento na movimentação de cargas por cabotagem no Brasil, o transporte de granéis líquidos no Porto de Suape também conseguiu uma expansão significativa no ano de 2022. Os dados da Antaq comprovam que o complexo movimentou mais de 5,29 milhões de toneladas de janeiro a abril deste ano, com o Porto de Santos na segunda posição, com 4,56 milhões, e na terceira, Itaqui (MA), com 2,34 milhões de toneladas.

Já em quesito nacional, a soma do país garantiu uma movimentação de um total de 98,14 milhões de toneladas de granéis líquidos. Dessa forma, o diretor de Gestão Portuária de Suape, Paulo Coimbra, ressaltou: “Apesar de não termos ainda a Refinaria Abreu e Lima trabalhando no máximo de sua capacidade, conseguimos manter bom volume de operações que nos garantiram essa liderança. Estamos trabalhando, no entanto, para que essa ampliação ocorra e possamos obter mais destaque nesse tipo de movimentação”.

Agora, a autoridade portuária do Porto de Suape continuará focando em melhorias operacionais e de infraestrutura para garantir resultados ainda mais satisfatórios ao longo dos próximos meses de 2022 quanto ao transporte de granéis líquidos e às operações de cabotagem no país.

Relacionados
Mais recentes