Porto de Suape receberá investimentos de R$ 3 bilhões para instalação de termelétrica à base de Gás Natural Liquefeito (GNL)

Porto de Suape - investimentos - Gás Natural Liquefeito - GNL

Complexo de Suape

A termelétrica instalada no Porto de Suape já tem previsão de funcionamento para meados de novembro de 2021 e investimentos chegam a R$ 3,1 bilhões

O Porto de Suape receberá a instalação de uma termelétrica à base de Gás Natural Liquefeito (GNL), que vai gerar aproximadamente dois mil empregos entre as fases de construção e operação, além de dar ainda mais visibilidade ao litoral sul de Pernambuco, onde fica o Complexo. Toda a execução e operação desse projeto contará com cerca de R$ 3 bilhões de reais para investimento.

ANÚNCIO

Leia também

New Fortress Energy está a frente do Projeto no Porto d Suape

A CH4 Energia em conjunto com a empresa americana New Fortress Energy estão a frente desse projeto. Atualmente, a New Fortress Energy vem atuando em países como a Jamaica, Porto Rico, México e Nicarágua, mais especificamente nos ramos de transporte de Gás Natural Liquefeito (GNL), infraestrutura, terminais de regaseificação, usinas de energia e demais soluções em pequena escala.

Além da termelétrica que será construída no Complexo de Suape, a empresa já está com obras em andamento na Irlanda, sendo também um terminal de Gás Natural Liquefeito (GNL) que fornecerá apenas clientes industriais da região.

Termelétrica movida a Gás Natural Liquefeito (GNL) possui capacidade de geração estimada de 1,3 GW

Segundo o governo pernambucano e as empresas que estão em posse do projeto, a usina contará com capacidade de geração estimada de 1,3 GW, sendo 30% a mais do que a hidrelétrica localizada em Sobradinho. Ao término da implantação do referido projeto no Porto de Suape, haverá um grande leilão de energia, que será promovido pela Agencia Nacional de Energia Elétrica e Ministério de Minas e Energia, já previsto para acontecer ainda no primeiro semestre de 2021.

Pelo menos 30% do investimento sairá do empreendedor e 70% virá de bancos de fomento. A obra ocupará cerca de 16,5 hectares dentro do Porto de Suape, que já garantiu licença prévia emitida pela Agência de Meio Ambiente de Pernambuco (CPRH).


⇒ Participe dos nossos grupos do Telegram e fique atento a todas as notícias do mercado de energia, empregos, projetos e outros assuntos microeconômicos do Brasil. Nossas informações sempre são direto das fontes e atualizadas. Acesse o Nosso Telegram aqui.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.