Petrobras inicia processo de venda de campo onshore na Bacia de Potiguar, no Rio Grande do Norte

Roberta Souza
por
-
12-08-2021 16:16:36
em Petróleo, Óleo e Gás
Petrobras – onshore – Rio Grande do Norte Fachada da Petrobras/ Fonte: G1

O campo onshore da Petrobras em processo inicial de venda, no estado do Rio Grande do Norte, foi adquirido em 2006 pela estatal em leilão da ANP

A Petrobras divulgou uma nota informando que em continuidade ao comunicado divulgado em 09 de julho de 2021, a estatal começou o início da fase vinculante referente à venda, em conjunto com a Sonangol Hidrocarbonetos Brasil, da totalidade da participação de ambas as empresas no bloco exploratório terrestre (onshore) POT-T-794, pertencente à concessão BT-POT-55A, localizada na Bacia Potiguar, no estado do Rio Grande do Norte. Veja ainda: Por US$ 1,5 milhão, Petrobras realiza venda de sua participação de campo onshore à Petrom, na Bacia de Sergipe – Alagoas

A empresa já tem os possíveis compradores do campo onshore

Os potenciais compradores habilitados para essa fase receberão carta-convite com instruções sobre o processo de desinvestimento, incluindo orientações para a realização de due diligence e para o envio das propostas vinculantes. A presente divulgação está de acordo com as normas internas da Petrobras e com as disposições do procedimento especial de cessão de direitos de exploração, desenvolvimento e produção de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluidos, previsto no Decreto 9.355/2018.

Outros detalhes do campo onshore da Petrobras, localizado na Bacia de Potiguar

A concessão do campo onshore, na Bacia de Potiguar, foi adquirida no ano de 2006, durante a 7ª Rodada de Licitações de Blocos realizada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A Petrobras detém 70% de participação do campo onshore, no estado do Rio Grande do Norte e a Sonangol, operadora da concessão, detém os demais 30% de participação. O consórcio entre a Petrobras e a Sonangol, perfurou dois poços no campo onshore, sendo um descobridor de gás.

No comunicado divulgado, a Petrobras ainda informa que essa operação está alinhada à estratégia de otimização de portfólio, redução do endividamento e à melhoria de alocação do capital da empresa, passando a concentrar cada vez mais os seus recursos em ativos de classe mundial em águas profundas e ultra-profundas, onde a Petrobras tem demonstrado grande diferencial competitivo ao longo dos anos.

Confira ainda esta notícia: Por US$ 300 milhões, Petrobras realiza venda de sua participação em campos onshore e de águas rasas à Petro+, no estado de Alagoas

A Petrobras informou em uma nota publicada ao mercado, que assinou com a empresa Petromais Global Exploração e Produção S.A. (Petro+) o contrato para a cessão da totalidade de sua participação em um conjunto de sete concessões terrestres (onshore) e de águas rasas denominada Polo Alagoas, localizadas no estado de Alagoas. O acordo foi feito pelo valor de US$ 300 milhões.

O valor da venda total da Petrobras à Petro+ foi de US$ 300 milhões, sendo: (a) US$ 60 milhões pagos nesta data e; (b) US$ 240 milhões a serem pagos no fechamento da transação. Os valores não consideram os ajustes devidos até o fechamento da transação, que está sujeito ao cumprimento de certas condições precedentes, tais como a aprovação pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Segundo a estatal, a presente divulgação da venda do campo onshore e de águas rasas está de acordo com as normas internas da Petrobras e com as disposições do procedimento especial de cessão de direitos de exploração, desenvolvimento e produção de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluidos, previsto no Decreto 9.355/2018.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe