Início Petrobras dá sinal verde para venda dos campos de Golfinho e Camarupim na Bacia do Espírito Santo para a BW Energy

Petrobras dá sinal verde para venda dos campos de Golfinho e Camarupim na Bacia do Espírito Santo para a BW Energy

24 de junho de 2022 às 14:16
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Após uma longa análise sobre o processo, a diretoria da Petrobras anunciou a permissão de venda dos campos de Golfinho e Camarupim, ambos localizados na Bacia do Espírito Santos, para a BW Energy, que agora pretende focar na exploração de petróleo.
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Após uma longa análise sobre o processo, a diretoria da Petrobras anunciou a permissão de venda dos campos de Golfinho e Camarupim, ambos localizados na Bacia do Espírito Santo, para a BW Energy, que agora pretende focar na exploração de petróleo.

Na manhã dessa quinta-feira, (23/06), a diretoria da estatal brasileira Petrobras deu sinal verde para a venda dos campos de petróleo de Golfinho e Camarupim, localizados na Bacia do Espírito Santo, no estado do Espírito Santo, para a companhia energética BW Energy. Dessa forma, a petrolífera dá continuidade ao seu plano de desinvestimento nos campos de petróleo brasileiros e pretende atrair novos negócios para a concessão das áreas.

Diretoria da Petrobras aprova venda dos campos de petróleo de Golfinho e Camarupim, localizados na Bacia do Espírito Santo, para a companhia BW Energy

Após uma análise do negócio pelos técnicos da empresa, a diretoria da estatal Petrobras deu sinal verde para um negócio de cerca de US$ 75 milhões com a companhia de energia BW Energy nesta quinta-feira. Trata-se da venda dos campos de petróleo de Golfinho e Camarupim, localizados na Bacia do Espírito Santo, que farão agora parte do portfólio de empreendimentos da empresa energética para um foco maior na exploração e comercialização do combustível na região. 

Artigos recomendados

Ambos os campos de petróleo estão localizados em águas profundas do pós-sal na Bacia do Espírito Santo e poderão contribuir para um crescimento da BW Energy no segmento de combustíveis no Brasil.

Além disso, a Petrobras anunciou que a assinatura e a finalização do contrato de compra e venda dos campos será anunciada em breve, uma vez que a aprovação da diretoria da estatal acelerou o processo. E, no valor total de transação, US$ 3 milhões serão pagos na data de assinatura dos contratos de compra e venda e US$ 12 milhões no fechamento da transação.

Ademais, os US$ 60 milhões restantes serão pagos em parcelas futuras contingentes, que dependem das cotações futuras do Brent, sendo a medida utilizada para a realização da comercialização do petróleo em todo o mundo. Agora, a transação da venda dos campos de Golfinho e Camarupim, na Bacia do Espírito Santo, está sujeita ainda a aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), para haver a finalização formal do contrato de compra e venda.

Campos de Golfinho e Camarupim darão à BW Energy uma nova perspectiva de crescimento no setor de petróleo com a exploração da Bacia do Espírito Santo 

Os campos envolvidos na transação da Petrobras com a BW Energy possuem uma grande relevância no mercado petrolífero atual e poderão contribuir de forma positiva para o crescimento da empresa de energia.

O Polo Golfinho compreende os campos de Golfinho, produtor de petróleo, e Canapu, responsável pela produção de gás natural, e o bloco exploratório BM-ES23. Enquanto isso, o Polo Camarupim compreende os campos unitizados de Camarupim e Camarupim Norte, ambos produtores de gás não associado na região. 

Assim, a estatal pretende utilizar os campos de petróleo da Bacia do Espírito Santo como forma de ampliar o seu projeto de desinvestimento nas estruturas, uma vez que possui uma participação de 100% em todos os locais, com exceção do bloco BM-ES-23. Isso, pois a petrolífera possui participação majoritária de 65%, em parceria com a PTTEP (20%) e INPEX (15%), mas pretende conceder toda a sua participação no local com o contrato com a empresa energética. 

Dessa forma, a BW Energy poderá realizar futuros investimentos na expansão da produção e aproveitamento de petróleo e gás natural na Bacia do Espírito Santo e conseguir um novo rumo no mercado de combustíveis no Brasil e no mundo inteiro, com a atração de negócios para esse segmento.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes