Petrobras comunicou que o Pré-sal atingiu o menor custo de extração da história

Petrobras

Custo da extração do Petróleo na camada do Pré-sal bate os custos em relação ao outros ativos e são os que mais contribuem para a produção nacional da Petrobras

Conforme o Click Petróleo e Gás já informou, a Petrobras registrou o maior lucro trimestral da história e agora a empresa informou em comunicado na última sexta-feira (02/08) que os gastos com a extração de Petróleo na camada do pré-sal atingiram o o nível mais baixo da história, US$ 6 por barril de óleo equivalente (boe – óleo mais gás).
Além da importância como principal produtor brasileiro, o pré-sal tem o menor custo que os outros ativos localizados em águas rasas, profundas e no onshore.

O comunicado da Petrobras diz ainda que para extrair petróleo dos campos de águas profundas, a empresa gasta mais que o dobro que no pré–sal, algo equivalente a US$ 13,6 por barril.
Os custos de extração em águas rasas são os mais caros, com US$ 31,6 e no onshore (em terra) se gasta US$ 19,5 por barril, se fizermos uma média dos custos de extração de óleo e gás por localização dos ativos, a Petrobras gasta um valor de US$ 10,4 por barril .

Pré-sal é líder de produção

Para se ter uma ideia da importância do pré-sal para a Petrobras e para o Brasil, no segundo trimestre deste ano, a produção do pré-sal respondeu po 55% de toda a extração de óleo e gás da petroleira.

Os campos de águas profundas ficaram com o segundo lugar com 33%, bem atrás, em terceiro vem os campos onshore que responderam por
9% e os de águas rasas vem em último lugar, com 3% da produção nacional.

No segundo trimestre, período entre abril e junho, a produção nacional subiu 12,8% na comparação com o primeiro trimestre e alcançou 1,41 milhão de barris de óleo equivalente por dia.

Leia também ! Petrobras impulsiona seus lucros, focando na exploração de águas ultraprofundas !

Renato Oliveira

About Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)