Ocyan realiza a primeira parada de manutenção em alto mar


Ocyan Norbe IX parada de manutenção

A Ocyan alcança um marco importante na modalidade de manutenção através de seus navio-sonda Norbe IX, economizando recursos e otimizando serviços

O navio-sonda Norbe IX que pertence a Ocyan, realizou a primeira parada para manutenção em alto-mar de sua. Geralmente, as sondas ficam docadas em estaleiros ou na Baía de Guanabara (RJ) para a realização de paradas, mas o bom planejamento e a época do ano com condições climáticas favoráveis permitiram que a parada planejada fosse feita em alto-mar, sem o navio deixar a locação do poço.

Realizado desta forma, o procedimento permitiu ganhos de custo e eficiência. Durante os 18 dias da manutenção, acompanhada pelo cliente no local, 21 empresas trabalharam em sinergia e foram realizadas mais de 34 mil horas/homens de trabalhos.

O maior destaque se deu na segurança, sem o registro de nenhum incidente durante a parada.

Nova parceria da Ocyan na área de manutenção offshore

A área de Manutenção e Serviços Offshore (MSO) da Ocyan fechou uma parceria com a empresa canadense Tube-Mac para oferecer uma solução inovadora aos players do mercado de óleo e gás e petroquímica no Brasil.

Esta tecnologia propicia a instalação e montagem de tubulações utilizando conexões sem solda, à frio, chamadas de Pyplok®. Mais informações aqui.

Você pode gostar ⇒  Diesel do poço ao posto – entenda à cadeia de preços deste  combustível e como sua logística influência diretamente no custo final ao consumidor

Fonte: Ocyan

Um passo simples para se trabalhar embarcado mas poucos conhecem...

Um dos mercados mais almejados para profissionais que desejam trabalhar no mar é o offshore, principalmente em navios de cruzeiro, embarcações de apoio e marcantes. As escalas de trabalho são diferenciadas, podendo-se trabalhar apenas 6 meses e folgando mais 6. Assista o vídeo revelador que têm ajudado muitas pessoas no Brasil a ingressar neste mercado aqui.

Postado em
Sem categoria
Paulo Nogueira

Sobre Paulo Nogueira

Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.