No Rio de Janeiro, a Aneel aprovou aumento de 6,02% dos consumidores da Enel

Roberta Souza
por
-
10-03-2021 15:54:09
em Economia, Negócios e Política
Rio de Janeiro, Aneel, Enel Energia elétrica/ Fonte: Reprodução – Via Google

O aumento nas contas da Enel no Rio de Janeiro, aprovados pela Aneel, irá entrar em vigor a partir do próximo dia 15 (segunda-feira)

A Aneel aprovou ontem (09), terça-feira, o aumento médio de 6,02% nas contas de energia elétrica dos consumidores da Enel Distribuição, no Rio de Janeiro. Tal aumento entrará em vigor no dia 15 de março. Os usuários comerciais e residenciais que atendem em baixa tensão têm uma taxa média de reajuste de 4,63%, já os usuários industriais alimentados por alta tensão, a taxa média de ajuste é de 10,38%.

Fatores que ocasionaram o reajuste na Enel no Rio de Janeiro

Entre os fatores que afetaram o reajuste, a Aneel destacou o aumento do custo da energia da Usina Hidrelétrica de Itaipu e o reflexo da alta do dólar norte-americano nos últimos meses. De acordo com a Agencia Nacional, o reajuste é modesto devido à chamada “conta Covid”, onde exige devolução de recursos, que no ano passado definiu limites de capital de giro para empresas do setor e pode amortecer as tarifas dos consumidores.

Consumidores da Enel no Rio de Janeiro

Segundo a agência nacional, no Rio de Janeiro há cerca de 2,7 milhões de unidades consumidoras da Enel. Municípios da área de cobertura do Portal Multiplix, como Teresópolis, Cachoeiras de Macacu, Duas Barras e Santa Maria Madalena também recebem energia elétrica da distribuidora.

Enel e Planet Smart fecham acordo para melhorar casas inteligentes em comunidades carentes

A Planet Smart City, em parceria com a Enel X, setor do Grupo Enel dedicado a serviços de inovação em energia, fecharam acordo para melhorar moradias de áreas carentes com casas inteligentes. O objetivo é levar mais tecnologia e melhores condições de moradia às famílias dessas áreas.

Aqui no Brasil, a Enel X irá fornecer produtos e serviços de “Internet das coisas” (IoT), incluindo iluminação pública inteligente e demais dispositivos domésticos inteligentes. O plano ambicioso das duas empresas é de construir 44.500 moradias até 2025. Confira a matéria clicando aqui.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe