Iniciam no Rio de Janeiro os testes decisivos do primeiro submarino PROSUB

Rio de Janeiro os testes submarino PROSUB

No Rio de Janeiro, ICN é o estaleiro responsável pela construção dos quatro Submarinos no âmbito do Programa de Desenvolvimento de Submarinos da Marinha do Brasil – PROSUB

A Marinha do Brasil realizará no próximo dia 21 de novembro, no Rio de Janeiro, em área marítima próxima ao Complexo Naval de Itaguaí, na Baía de Sepetiba, o teste de Imersão Estática do submarino “Riachuelo”, procedimento decisivo na avaliação de sua estabilidade no mar. Estaleiro ICN, em Itaguaí, recebe a primeira seção do segundo submarino do Prosub.

O submarino foi lançado ao mar em 14 de dezembro do ano passado e foi batizado de Riachuelo (S40), o mesmo é o primeiro de quatro submarinos de propulsão convencional (Diesel-elétrico) e um de propulsão Nuclear, o primeiro a ser fabricado deste tipo, no Brasil.

Este teste será o primeiro de uma série de avaliações que precederão a entrega definitiva do Riachuelo ao Setor Operativo – Comando da Força de Submarinos, prevista para o segundo semestre de 2020.

A imersão estática consiste na admissão controlada da água nos tanques de lastro do submarino, até a sua imersão completa, sem utilizar sua propulsão.

Esse procedimento permite calcular não apenas a estanqueidade e estabilidade do submarino quando mergulhado, mas também torna possível coletar informações sobre o volume de água que foi admitido nos tanques internos, que são essenciais para o conhecimento do seu deslocamento total.

Os ensaios em ambiente operacional do “Riachuelo” retratam um passo significativo no cronograma do PROSUB, um programa alinhado à Estratégia Nacional de Defesa. Contribuindo também para o fortalecimento do Poder Naval brasileiro.

O humaitá é o segundo dos quatro e deverá estar pronto até o final do ano de 2022. A prova de mar para o Humaitá (S-41) está previsto para 2020, o Tonelero (S42) em 2021 e o Angostura (S43) em 2022.

O último submarino a ficar pronto será o (SN-BR) que será batizado de “Álvaro Alberto”, em homenagem ao Almirante Brasileiro que foi o pioneiro no uso da tecnologia nuclear no País.

O PROSUB prioriza a aquisição de componentes fabricados no País, a fim de estimular o desenvolvimento do parque industrial nacional, e atesta a elevada capacidade tecnológica absorvida pela Marinha do Brasil e pela Itaguaí Construções Navais (ICN) na construção de navios de alta complexidade.

Flavia Marinho

About Flavia Marinho

Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e experiente na indústria de construção naval. OBS: Não contratamos, então não envie currículos! Informações sobre empregabilidade apenas no site.