Iberdrola investirá cerca de 6,5 bilhões de euros nos próximos 5 anos no Brasil

Neoenergia inaugura hidrelétrica no Paraná, presente à cerimônia,  o presidente do conselho de administração da Neoenergia, Jose Ignacio Galan, destacou a importância do Brasil para a empresa e anunciou planos de investimentos que chegam à casa dos R$ 30 bilhões nos próximos anos

O grupo espanhol Iberdrola anunciou que investirá cerca de 6,5 bilhões de euros (quase R$ 30 bilhões) em projetos no Brasil nos próximos cinco anos, com o objetivo de melhorar o fornecimento de energia no país. O anúncio foi feito pelo presidente do Iberdrola, José Ignacio Sánchez Galán, durante a inauguração da usina hidrelétrica Baixo Iguaçu, um projeto tocado pela Neoenergia, subsidiária do grupo espanhol, e pela Companhia Paranaense de Energia (Copel).

A usina, que fica em Capanema, no Paraná, tem mais de 350 megawatts de potência e recebeu R$ 2,3 bilhões em investimentos. A energia produzida no local será suficiente para atender 1 milhão de pessoas e corresponderá a 8% da demanda anual do Paraná.

Galán ressaltou que a hidrelétrica também beneficiará as Cataratas do Iguaçu mantendo uma vazão adequada de água. “É um entorno muito complexo, estamos justo em frente ao Parque Nacional do Iguaçu e tivemos que ser extremamente respeitosos com todas as medidas ambientais, o que não é algo novo para a Iberdrola. Mas, aqui, especialmente, foi um desafio”, ressaltou o executivo

Através da Neoenergia, a Iberdrola se transformou em uma das maiores empresas do setor no Brasil e conta com 13,8 milhões de clientes. Presente em 18 estados, a empresa tem mais de 3.700 megawatts de capacidade de produção no país, sendo 86% deles de energias renováveis.

O presidente da Iberdrola ainda lembrou que o grupo está construindo 17 parques eólicos no país e se mostrou confiante quanto aos próximos leilões de concessões de energia planejados pelo presidente Jair Bolsonaro, que cancelou presença na inauguração devido às condições meteorológicas. A Iberdrola, afirmou Galán, continuará apostando no Brasil após 22 anos de presença no país.

Baixo Iguaçu é a sexta hidrelétrica construída na Bacia do Iguaçu.

Implantada no Rio Iguaçu, o das famosas Cataratas, a UHE Baixo Iguaçu foi construída com as turbinas colocadas a apenas 15 metros abaixo da altura da água, num tipo de hidrelétrica conhecida como a fio d’água.

Diferente dos modelos mais comuns, cujos grandes reservatórios exigem o alagamento de grandes áreas, as usinas do tipo geram menos energia, mas ao mesmo tempo provocam um impacto ambiental menor.

A instalação da hidrelétrica promoveu ainda a geração de empregos e alavancou a arrecadação de impostos dos municípios. Com a conclusão da obra, anualmente, a arrecadação dos royaltes deve superar os R$ 4 milhões para os municípios.  Os recursos serão partilhados para as prefeituras proporcionalmente, conforme a área alagada pelo reservatório.

Renault fará investimento para consolidar a quarta força no Brasil. A multinacional ainda não fala em números, mas já anunciou que fará um novo ciclo de investimentos no Brasil ainda neste ano para dar continuidade aos R$ 3,2 bilhões investidos entre 2014 e 2018


Baixem também o aplicativo  Empregos e Noticiais CPG para Android na Playstore clicando aqui. Nele postamos informações e oportunidades exclusivas todos os dias.

Gostaria de compartilhar uma foto conosco da sua área de trabalho, vagas de empregos ( com as fontes), sugestões de pautas ou alguma outra informação importante do ramo de energia e empregabilidade? Entre em contato com a gente no Messenger aqui.

About Flavia Marinho

Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica com ênfase em Automação , Inglês avançado e experiência na indústria de construção naval no estaleiro Brasfels (KeppelFells). Conhecimento dos processos de KPI, planejamento de tubulação, comissionamento e construção de drilling rigs, FPSO’s e reparos.