Início Horizonte Minerals deu início às obras de construção do Projeto Araguaia, no Pará, para mineração de níquel

Horizonte Minerals deu início às obras de construção do Projeto Araguaia, no Pará, para mineração de níquel

21 de maio de 2022 às 06:01
Compartilhe
Siga-nos no Google News
A companhia Horizonte Minerals anunciou o início das obras de construção do Projeto Araguaia, no estado do Pará, e deu mais informações sobre a finalização da planta de mineração de níquel, que deverá ser entregue no final do ano de 2023
Foto: Horizonte Minerals

A companhia Horizonte Minerals anunciou o início das obras de construção do Projeto Araguaia, no estado do Pará, e deu mais informações sobre a finalização da planta de mineração de níquel, que deverá ser entregue no final do ano de 2023

A Horizonte Minerals realizou um evento em Conceição do Araguaia, no Pará, durante a quarta-feira, (18/05), para dar início às obras de construção do Projeto Araguaia. A iniciativa visa a construção de uma planta de exploração de níquel na região e será responsável por mais de 14 mil toneladas ao ano somente na fase inicial da produção, que deverá ser iniciada já durante o ano de 2023, fortalecendo o setor de mineração.

Evento realizado pela Horizonte Minerals em Conceição do Araguaia marca início das obras de construção do Projeto Araguaia para exploração de níquel no Pará

O evento realizado pela companhia contou com a participação do CEO Jeremy Martin, do diretor de Projetos, Michael Drake, do diretor do Projeto Araguaia, Leonardo Vianna e do diretor de Finanças, Tiago Miranda, além de diversas autoridades e fornecedores do estado do Pará. E, com a reunião com os representantes da mineração estadual, a Horizonte Minerals deu início às obras de construção da nova planta de exploração de níquel na região, o Projeto Araguaia. 

Artigos recomendados

Esse é o maior projeto de mineração de níquel já idealizado em todo o território nacional e conta com recursos na ordem de US$ 633 milhões já captados para as obras de construção da planta. Além disso, a planta de produção de níquel é um projeto 100% da Horizonte Minerals com foco em larga escala, alto teor, baixo custo, baixa emissão de carbono, por fim, foi projetado para ter sua capacidade de produção duplicada ao longo dos próximos anos para a exploração do minério no estado. 

Trabalhe no Setor Eólico do Brasil

A companhia também detalhou que o Projeto Araguaia tem previsão inicial para operar durante no mínimo 28 anos, com possibilidade de prorrogação futura. Ademais, o financiamento do projeto já está totalmente realizado e, atualmente, as obras de construção estão na fase de terraplanagem. Por fim, a Horizonte Minerals também ressaltou a importância da planta de exploração de níquel para o estado paraense, uma vez que serão gerados aproximadamente 3.000 empregos, enquanto a operação gerará cerca de 500 empregos diretos, garantindo novas oportunidades de renda para os moradores da região. 

Projeto Araguaia utilizará tecnologia de exploração de níquel a céu aberto, onde a mineradora projeta um total de 14.500 toneladas ao ano produzidas somente na fase inicial

Um dos principais diferenciais do Projeto Araguaia para outros empreendimentos de níquel no Brasil é a tecnologia de mineração a céu aberto que será utilizada. Assim, a Horizonte Minerals atuará transportando o minério de níquel para uma planta de processamento, onde o minério será transformado em liga de ferroníquel. Além disso, a exploração também contará com a etapa em que a camada superficial de terra será estocada separadamente para reabilitação das áreas mineradas.

Ademais, também haverá um investimento no processamento de níquel com baixo risco à segurança dos colaboradores, para garantir ainda mais eficiência na produção. A Horizonte Minerals também afirmou que a projeção inicial é de que serão produzidas 14.500 toneladas de níquel por ano apenas na primeira etapa, com potencial de expansão para duplicar o montante. Essa é a principal estratégia da empresa para o abastecimento do mercado de níquel mundial, que vem crescendo fortemente com a adesão de baterias em automóveis. 

Por fim, a Horizonte Minerals destacou que durante a próxima década poderá produzir mais de 50 mil toneladas de níquel por ano e continuará seu plano de expansão no ramo após a finalização das obras de construção do Projeto Araguaia.

Relacionados
Mais recentes