Grupo Enel investe 422 milhões de Reais e expande parque solar de São Gonçalo, no Piauí

São Gonçalo expandirá parque solar

Braço de energia renovável do Grupo Enel inicia obras de expansão da capacidade de geração do parque solar de São Gonçalo, no Piauí

Em alinhamento com o bom momento de investimentos que vive o setor de energia renovável no Brasil, a VVVA, subsidiária brasileira de energia renovável do Grupo Enel Green Power Brasil Participações (EGPB), iniciou a construção da expansão de 133 MW do parque solar São Gonçalo, localizado em São Gonçalo do Gurguéia, no Estado do Piauí.
As obras aumentarão para 608 MW a capacidade total da usina e o investimento do Grupo Enel será de cerca de R$ 422 milhões na construção de uma nova seção de 133 MW para o parque.

Antonio Cammisecra, responsável da Enel Green Power, falou sobre a importância das obras: “Estamos expandindo o parque São Gonçalo, que é o maior parque solar atualmente em construção na América do Sul, fortalecendo nosso compromisso de ampliar nossa capacidade renovável no Brasil, onde somos o principal player em geração de energia solar e eólica em termos de capacidade instalada e portfólio de projetos”.

“O perfil de produção de São Gonçalo se beneficiará ainda mais da nossa liderança em inovação, por meio de tecnologias de geração de ponta. O parque dedicará uma parcela significativa de sua produção, incluindo toda a produção de sua expansão, ao mercado livre de energia no Brasil, que tem se tornado cada vez mais atraente para investidores de energias renováveis”, completou ele.

A construção da primeira parte de 475 MW teve início em outubro de 2018 e agora com as obra de ampliação, somente em 2020 o parque solar São Gonçalo deve entrar em operação.

No parque solar São Gonçalo, a Enel está usando uma inovação tecnológica, pela primeira vez no Brasil uma usina fotovoltaica da Enel usará módulos solares bifaciais, que captam energia de ambos os lados dos painéis. A inovação aumentará a geração de energia em até 18%.

A atuação da Enel no Brasil

No Brasil, o Grupo Enel, tem duas subsidiárias, a EGPB e a Enel Brasil, que juntas possuem capacidade instalada renovável de mais de 2,4 GW, dos quais 782 MW de energia eólica, 370 MW de solar fotovoltaica e 1.269 MW de energia hídrica. Em relação a novas projetos, a EGPB tem cerca de 1,9 GW em execução no país.

Quando estiverem concluídas as obras de expansão do parque solar São Gonçalo, a usina irá gerar cerca de 360 GWh por ano, evitando a emissão de cerca de 207.000 toneladas de CO2 na atmosfera a cada ano.

Leia também ! Inaugurada a primeira usina solar flutuante no Nordeste !

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Click Petróleo e Gás.

Renato Oliveira

Sobre Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)