Gigantesco navio é trazido de volta à costa em operação complexa e mais de 4 mil carros no seu interior vão despencando ao mar

Valdemar Medeiros
por
-
05-12-2020 11:26:55
em Indústria Naval, Portos e Estaleiros
Navio-carros-mar Navio Golden Ray

Agora temos o primeiro vislumbre de um navio cargueiro afundado no mar cortado ao meio: corrente de âncora de 400 pés corta o navio  Golden Ray para revelar 4.200 carros Hyundai não vistos desde que o navio virou em setembro passado próximo a Brunswick, Geórgia

O enorme navio de carga que transportava 4.200 carros foi aberto com uma corrente de âncora, mais de um ano depois que virou e ficou encalhado na costa do mar da Geórgia. O navio sul-coreano Golden Ray de 600 pés está finalmente sendo demolido após meses de contratempos, com o desmantelamento revelando a visão surpreendente dos milhares de carros empilhados dentro.

Leia também

No sábado, os espectadores assistiram à demolição do navio quando a primeira peça medindo 104 pés e pesando 3.100 toneladas métricas foi desmontada depois que uma série de contratempos significou que o trabalho que deveria durar apenas oito dias, na verdade, demorou três semanas.

Primeira parte do navio repleto de carros já foi removida do mar

‘Este é o nosso primeiro grande marco na operação de remoção’, disse o Comandante Efren Lopez, coordenador federal da Guarda Costeira dos EUA no local.

‘Validamos o método geral de remoção enquanto continuamos a refinar nossas estratégias para aumentar a eficiência dos próximos seis cortes.’ O navio gigante será dividido em oito antes de ser transportado para a Louisiana para reciclagem junto aos carros.

Mais de 4.200 carros permanecem no convés de carga do navio e agora os funcionários estão finalmente iniciando o processo de remoção

O complicado processo de remoção gerou críticas, já que grupos ambientais da área dizem estar preocupados com o possível impacto que isso pode ter no meio ambiente, devido a alguns dos detritos e óleo que foram levados para a costa durante o processo de corte e levantamento.

 ‘É um rasgo lento, não realmente um corte. Eles não querem cortar veículos e liberar contaminantes no meio ambiente. A ideia é que eles querem tirar os veículos do caminho enquanto a corrente sobe pelo casco ‘, disse o comandante da Guarda Costeira dos EUA, DJ Donovan, em uma entrevista em julho passado, enquanto descrevia o processo de corte.

O Golden Ray virou em setembro de 2019, logo após deixar o Porto de Brunswick, cerca de 70 milhas ao sul de Savannah. Mais de 4.200 veículos permanecem no convés de carga do navio e agora os funcionários estão finalmente iniciando o processo de remoção.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.