Gasolina do Brasil está entre as mais caras do mundo, segundo análise da Global Petrol Prices

Valdemar Medeiros
por
-
25-04-2022 10:54:54
em Indústria e Construção Civil
gasolina - gasolina cara - gasolina mais cara do mundo - Brasil Global-Petrol-Prices. Posto de gasolina – Foto: Fred Magno/O Tempo




Após alta no preço da gasolina, que está na média de R$ 7, o Brasil agora possui uma das gasolinas mais caras do mundo de acordo com um ranking elaborado pela Global Petrol Prices com 169 lugares.

A gasolina está ficando cada vez mais cara no Brasil e os consumidores estão sofrendo com o alto valor do combustível na hora de abastecer seus veículos, onde muitos tem até mesmo optado por outros meios de condução para economizar. O combustível no país está com um preço bem acima da média mundial, entretanto, apesar da gasolina cara, o Brasil ainda está um pouco longe de ser o país com a gasolina mais cara do mundo. O líder desse ranking, com a gasolina mais cara do mundo, é Hong Kong, um território autônomo da China, de acordo com a análise da Global Petrol Prices.

Combustível tem uma média superior a R$ 7 reais no Brasil

Em Hong Kong, situado no sudeste da China, a gasolina mais cara do mundo está no valor de US$ 2,874, em média, na cotação do dólar atual, esse valor equivale a R$ 13,29. Já no restante da China, a gasolina custa, em média, US$ 1,473. Levando em conta que o valor médio da gasolina cara esteja no valor de US$ 1,552, o Brasil está na 52ª posição do ranking entre os 169 lugares que foram pesquisados na Global Petrol Prices.

Segundo os últimos dados emitidos pela Agência Nacional de Petróleo (ANP), o valor médio da gasolina no Brasil é de R$ 7,219, o que equivale a US$ 1,561 na cotação do dólar atual. Entretanto, essa diferença não muda a posição do país no ranking dos países com a gasolina mais cara do mundo.

Logo acima do nosso país, está a Sérvia, onde a gasolina cara está no valor de US$ 1,603 e logo depois as ilhas Cayman, com um valor médio de US$ 1,542.

Confira a lista dos países com a gasolina mais cara do mundo, segundo a Global Petrol Prices

De forma grosseira e resumida, os países mais ricos e desenvolvidos possuem uma gasolina mais alta se comparado com os países menos desenvolvidos, que praticam preços menores. Entretanto, há dois países que fogem desta “regra”.

O primeiro é o Estados Unidos, que apesar de ser um país desenvolvido, conta com um preço de gasolina mais baixo e o outro é a República Centro-Africana, que conta com um dos piores Índices de Desenvolvimento Humano (IDHs) do mundo e ficou em segundo lugar no ranking de países com a gasolina cara.

Veja a seguir as principais posições do ranking e seus respectivos valores de combustível:

  • 1º: Hong Kong (US$ 2,874); 
  • 2º: República Centro-Africana (US$ 2,470); 
  • 3º: Mônaco (US$ 2,440); 
  • 4º: Noruega (US$ 2,419);
  • 5º: Zimbábue (US$ 2,353);
  • 6º: Finlândia (US$ 2,309); 
  • 7º: Islândia (US$ 2,267);
  • 8º: Países Baixos (US$ 2,249); 
  • 9º: Grécia (US$ 2,216); 
  • 10º: Israel (US$ 2,210); 
  • 52º: Brasil (US$ 1,552); 
  • 169º: Venezuela (US$ 0,025).

Fonte: Global Petrol Prices

Busca por CNH tipo A cresce após aumento da gasolina

Com a gasolina com o seu preço mais elevado, a procura por CNH de motos aumentou, tendo em vista que as motocicletas já são favoritas por diversos condutores que planejam driblar o trânsito e percorrer o caminho com mais agilidade.

A alta busca pela Carteira Nacional de Habilitação (CNH) tipo A foi constatada pelo Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) e a porcentagem foi de 65%. Segundo a entidade, o número das primeiras habilitações emitidas nesta categoria apenas no mês de março apresentou 64,7% comparado ao mês de fevereiro. Devido à alta da gasolina, foram 2.002 carteiras de motorista para motos em março, contra 1.214 em fevereiro.

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.