Forte tempestade destrói linha de energia de alta tensão e obriga usina de Itaipu trabalhar com 48% de sua potência instalada

Flavia Marinho
por
-
25-10-2021 09:34:36
em Usina e Agronegócio
energia - usina - itaipu - hidrelétrica - binacional Usina AM – Alexandre Marchetti / Itaipu Binacional

Recentemente a usina hidrelétrica Itaipu Binacional atingiu marca histórica de energia alcançada suficiente para abastecer o mundo por 19 horas!

Usina hidrelétrica Itaipú Binacional informou que na tarde de sábado (23/10), várias unidades geradoras do setor de 60 Hz foram desligadas devido a uma série de eventos de desconexão de 765 kV de linhas de transmissão de energia, causadas pela tempestade que afetou a região entre as cidades de Foz de Iguaçú e Ivaiporã, em território brasileiro.

Leia também

Relatórios preliminares indicaram que torres de duas linhas de transmissão entre as localidades acima mencionadas provavelmente caíram. Lembrando que a usina hidrelétrica Itaipu é binacional e o Paraguai entrou em alerta.

Manobras de proteção na usina foram ativados

Devido a emergência, as manobras de proteção na usina foram ativados após a desconexão das linhas de transmissão indicadas; consequentemente, resultou na redução da geração de energia e do fluxo de água que passa pelas unidades geradoras desconectadas.

Para compensar a queda abrupta do fluxo, foram abertas as comportas da usina. Esta operação é necessária para cumprir as disposições do acordo tripartite entre Paraguai, Argentina e Brasil, que prevê limites para a variação dos níveis no ponto de medição a jusante da tríplice fronteira.

A Diretoria Técnica indicou que as comportas permanecerão abertas com o fluxo mínimo possível até que o fluxo descarregado em Itaipu seja normalizado com os limites previstos. Atualmente, a geração total da hidrelétrica é de 6.700 MW e a descarga é de 1.383 m3/s.

Não houve danos às instalações de Itaipu

Da mesma forma, relataram que não houve danos às instalações da usina hidrelétrica e que a interligação com a Administração Nacional de Energia Elétrica (Ande) não foi afetada.

A produção de energia de uma usina hidrelétrica tem uma estreita relação com o fluxo de água recebido por seus reservatórios, e que o fluxo de água também tem uma correlação direta com as chuvas ou a falta dela.

Daí a importância do início da estação chuvosa neste mês de outubro e que, de acordo com as previsões dos órgãos meteorológicos, se estenderá aproximadamente até abril do próximo ano.

Desde o segundo semestre de 2019 tem havido uma recessão pluviométrica, o que faz com que o fluxo afluente para o reservatório de Itaipu sofra essa situação, ao mesmo tempo, com consequências na produção.

Usina hidrelétrica Itaipu atinge 50 milhões de MWh, energia suficiente para abastecer o planeta Terra por 19 horas, o Brasil por um mês e sete dias e o Paraguai por dois anos e 11 meses!

Apesar da crise hídrica que o Brasil está enfrentando, entre 10h e 14h no sábado (9/10), a Usina de Itaipu atingiu a marca de 50 milhões de MWh gerados no ano de 2021. Esse volume de energia seria suficiente para abastecer o planeta Terra por 19 horas, o Brasil por um mês e sete dias e o Paraguai por dois anos e 11 meses. “Em ano de seca histórica, Itaipu está operando com eficiência máxima”, diz o diretor-geral brasileiro de Itaipu, General João Francisco Ferreira.

De acordo com ele, um fator relevante que contribuiu para esse valor de geração foi o alto índice de produtividade da Itaipu, que está sendo fundamental para a usina hidrelétrica enfrentar um ano de escassez hídrica.

A produção de 50 milhões de MWh é suficiente para abastecer:

A produtividade é um índice calculado pela relação entre a quantidade de energia gerada e a vazão turbinada (o volume de água que passou pelas unidades geradoras, medido em metros cúbicos por segundo). É diferente da produção, que significa a quantidade absoluta de energia gerada em um determinado período de tempo (por exemplo, os 50 milhões de MWh produzidos desde o início do ano até agora).

  • O mundo por 19 horas;
  • O Brasil por 1 mês e 7 dias;
  • A cidade de São Paulo por 1 ano e 10 meses;
  • O Paraguai por 2 anos e 11 meses;
  • O Estado do Paraná por 1 ano e 7 meses;
  • A cidade de Foz do Iguaçu por 86 anos.

A Itaipu

Com 20 unidades geradoras e 14 mil MW de potência instalada, a Itaipu Binacional é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido, desde 1984, 2,8 bilhões de MWh. A hidrelétrica é responsável pelo abastecimento de aproximadamente 11% de toda a energia consumida pelo Brasil, e aproximadamente 90% do Paraguai.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe