Home > Sem categoria

Equinor estuda litoral do Brasil para instalar nova infraestrutura de gás natural

Paulo Nogueira
por
-
24-10-2019 13:56:27
em Sem categoria
Equinor Brasil Petrobras gás

Segundo a presidente da norueguesa, o campo de gás natural de Carcará da Equinor no Brasil deve iniciar suas produções em 2023 ou no primeiro semestre de 2024.

No Brasil,  Margareth Øvrum, presidente da petrolífera norueguesa Equinor, declarou que a companhia está buscando locais no litoral brasileiro para novas instalações de gás natural. A declaração ocorreu nesta segunda-feira, 21 de outubro. Jaqueta da Equinor deixa estaleiro rumo ao Brasil e ainda há vagas disponíveis na norueguesa.

Ao mesmo tempo que  a companhia volta suas atenções para o megaleilão de novembro no pré-sal,  também se prepara para colocar em operação campos marítimos com grande quantidade de gás nos próximos anos.

O desenvolvimento da infraestrutura para a exploração faz parte do plano da Equinor de ampliar a produção de gás natural no Brasil. “Estamos avaliando diferentes oportunidades para levar o gás à costa”, declarou a presidente da companhia.

De acordo com a presidente, a área de produção denominada “Pão de Açúcar” começará a ser explorada no próximo ano. A região será o primeiro grande campo operado por uma companhia estrangeira direcionado ao gás natural a funcionar no Brasil.

Segundo Øvrum, o campo de gás natural de Carcará da Equinor deve iniciar suas produções em 2023 ou no primeiro semestre de 2024. “Estávamos avaliando diferentes oportunidades para conectá-lo a alguns campos próximos. Mas, era muito caro, então não daria certo”, afirmou a presidente da companhia sobre o campo de Carcará.

Øvrum ressaltou que a companhia pretende investir cerca de US$ 15 bilhões no País até 2030. Além disso, a companhia está interessada no megaleilão do pré-sal que ocorrerá em novembro.

Sobre a oferta, a presidente afirmou que o bônus de assinatura é muito alto. No entanto, ressaltou que a companhia está estudando a lucratividade potencial da região em comparação a outros locais do mundo.

“Você está competindo com outras oportunidades, seja na Argentina, no Golfo do México, na Noruega ou em qualquer outro lugar. E você não está competindo pelo volume, mas pelo valor”, afirmou Øvrum.

A Petrobras estabeleceu uma parceria com a Equinor no dia 9 de outubro. Desta vez, as atividades entre as duas companhias serão focadas no desenvolvimento de negócios no setor de gás natural.

Segundo a estatal brasileira, além disso, o memorando de entendimentos também inclui projetos de geração termelétrica e estudos referentes à operação sobre ativos de processamento do produto e escoamento de líquidos em unidades no Rio de Janeiro.

A petrolífera brasileira e a Equinor já são parceiras no campo de Roncador e nos blocos exploratórios BM-C-33, Dois Irmãos e C-M-709, dentre outras plantas produtivas.

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.