Entrada da Petrobras em reserva ambiental é impedida por indígenas

Petrobras Bolívia Petróleo Indígenas
 

Segundo o governo, a intensão é reduzir a pobreza no país autorizando a exploração econômica de todas as 22 unidades de conservação nacionais da Bolívia.

Membros da comunidade Tariquía, indígenas e ativistas ambientais fecharam a entrada de pessoal e máquinas da Petrobras do Brasil, empresa que queria começar o trabalho de exploração para exploração de petróleo dentro da reserva natural e altíssima biodiversidade na Bolívia.

Como  membro da Coordenação de Defesa Ambiental Tariquía, Lourdes Zutara, disse que o bloqueio começou ontem no Chiquiacá, de 30 a 40 pessoas de cinco comunidades na área que impedia a Petrobras de entrar. “Estamos apenas impedindo a entrada desta empresa. O resto das pessoas pode entrar normalmente “, disse ela em contato telefônico.

Em 28 de março de 2018, a Câmara dos Deputados aprovou três projetos de lei para a exploração e exploração de hidrocarbonetos nas áreas de San Telmo Norte e Iñuguazú, localizado na área protegida Tariquía em Tarija.

Zutara também disse que nos próximos dias, uma comissão vai se juntar à marcha indígena esta semana que deixou Sucre para a cidade de La Paz.

Ambientalistas alertam

Dentre as unidades de conservação que poderão sofrer maior impacto estão algumas das áreas com maior biodiversidade do planeta, entre elas o Territorio Indígena Nacional Isiboro Sécure (Tipnis),  o Parque Nacional Tariquia de Tarija e o Parque Nacional Madidi. Este último, por exemplo, abriga 11% das espécies de aves do planeta, segundo dados do órgão de gestão dos parques bolivianos, SERNAP, e a ONG americana Wildlife Conservation Society. Muitas dessas áreas são ocupadas por comunidades indígenas.

Segundo o governo Boliviano, a intensão é reduzir a pobreza no país autorizando a exploração econômica de todas as 22 unidades de conservação nacionais da Bolívia.

 

Paulo Nogueira

Sobre Paulo Nogueira

Formado em Eletrotécnica e entusiasta do setor de tecnologia, já atuei em empresas do ramo de energia, óleo e gás como técnico de operações, Pressure Downrole Gauge Operator e em plataformas de completação do Brasil e exterior