Enauta lança licitação para adaptação de FPSO, que irá operar no campo de Atlanta, na Bacia de Santos

Roberta Souza
por
-
08-03-2021 19:57:48
em Petróleo, Óleo e Gás
Enauta, licitação, FPSO FPSO

A licitação da Enauta também estipula que o primeiro óleo da unidade deve acontecer em até 27 meses, após assinatura do contrato

A Enauta iniciou o processo de licitação para adaptação de um navio-plataforma (FPSO) para o campo de petróleo de Atlanta, na Bacia de Santos. A informação predominante no mercado é de que a unidade é o FPSO OSX-2, que foi construído pela SBM Offshore e entregue à OSX em setembro de 2013.

Processo de licitação da Enauta para o FPSO

A Enauta estima que o processo seja concluído em 10 a 12 meses. O FPSO, que tem capacidade de processamento diário de 100 mil barris por dia, conectará de 6 a 8 poços produtores, dos quais 3 já estão em operação no Sistema de Produção Antecipada (SPA). A licitação da Enauta considera um contrato exclusivo de 12 meses com uma opção de compra pelo vencedor.

O diretor de produção da Enauta, Carlos Mastrangelo, diz que “Iniciamos esta licitação confiantes na resiliência de nosso projeto. O SPA trouxe informações importantes para reduzir as incertezas na implementação do sistema definitivo, que será desenvolvido somente com tecnologias já dominadas”.

Retorno de produção da Enauta no campo de Atlanta

A Enauta informou no dia 22 de fevereiro retornou com a produção do Campo de Atlanta, que havia sido suspensa desde o dia 27 de janeiro para reparo de equipamentos. A retomada ocorreu após a companhia trocar definitivamente os tubos de um dos aquecedores do poço 7-ATL-4HB-RJS.

A expectativa da Enauta é produzir 10,4 mil barris de petróleo por dia. O cronograma de retorno para outros poços de petróleo permanece inalterado: o poço de petróleo 7-ATL-3H-RJS deve ser devolvido no primeiro trimestre de 2021, e a produção inicial da Enauta no campo Atlanta é estimada em aproximadamente 10.000 barris de petróleo por dia. A previsão é de que o poço 7-ATL-2HP-RJS retorne em meados deste ano.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos