Início “Elon Musk” indiano desenvolve carro elétrico de luxo movido a energia solar

“Elon Musk” indiano desenvolve carro elétrico de luxo movido a energia solar

29 de junho de 2022 às 12:13
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Carro movido a energia solar – imagem: Reprodução/Euronews

”Elon Musk” indiano desenvolveu um carro elétrico por mais de 18 mil libras. O carro movido a energia solar é coberto por painéis e foi desenvolvido ao longo de 11 anos.

Um inventor indiano ganhou destaque na mídia por desenvolver um carro movido a energia solar. De acordo com dados noticiadas pelo Euronews, o carro elétrico do “Elon Musk indiano” levou cerca de 11 anos para se tornar realidade. O inventor se chama Bilal Ahmed, professor de matemática em Srinagar, Caxemira, Índia. Sua invenção foi chamada de primeiro carro movido a energia solar da região.

“Elon Musk indiano” utilizou painéis solares de alta eficiência

Caxemira: o professor de matemática Bilal Ahmad desenvolve um carro solar

O projeto do carro elétrico veio da ideia de desenvolver um veículo de luxo e sustentável que, ao mesmo tempo, fosse popular. Essa invenção cai bem nos tempos atuais, tendo em vista que os preços dos combustíveis como a gasolina estão cada vez mais altos e a mobilidade elétrica está mudando para um cenário mais renovável.

Artigos recomendados

Para tornar o uso do carro elétrico mais eficiente, o ”Elon Musk” indiano utilizou painéis solares que podem gerar uma maior eficiência mesmo em dias de pouca luz solar, tendo em vista que a região onde vive é fria.

O mais notável da criação de Ahmed é que ela foi feita sem nenhum tipo de patrocínio ou financiamento externo. Foram investidos no carro elétrico mais de Rs 15 lakh, o que gira em torno de 18.200 libras para seu desenvolvimento. Segundo o ”Elon Musk” indiano, do início ao fim do projeto, ninguém deu nenhum tipo de ajuda financeira.

Carro movido a energia solar é inteiramente coberto por painéis

Outra qualidade da invenção de Ahmed é que quase todas as superfícies do carro elétrico são cobertas por painéis de energia solar, do capô do veículo até o para-brisa traseiro. O ”Elon Musk” indiano optou por painéis solares monocristalinos, em que cada célula fotovoltaica é produzida por um único cristal de silício.

Os painéis solares instalados conseguem produzir mais quilowatts-hora de eletricidade do que qualquer outro tipo de material de receptor solar, os painéis policristalinos. Outra grande característica que torna o carro elétrico do inventor tão especial são suas ‘asas de gaivota’, que se abrem para cima, lembrando um carro de luxo que pode voar a qualquer momento. O ex-ministro-chefe de Jammu e Caxemira, Omar Abdullah, até fez comparações do veículo do ”Elon Musk” indiano com o veículo do famoso filme De Volta para o Futuro.

Carro movido a energia solar desenvolvido na índia conta com painéis que acompanham o sol

Na realidade, estas “asas” viradas para cima têm o objetivo de permitir que as portas captem o máximo de luz solar possível. Ahmed também explicou que os painéis podem ser operados por controle remoto para mudarem de direção, de acordo com o movimento do Sol.

Além disso, o carro movido a energia solar também utiliza um sistema de freio regenerativo, que contribui com a economia de energia das baterias. Devido a todos estes benefícios, o carro do ”Elon Musk” indiano tem um grande potencial para revolucionar o mercado de veículos elétricos, e os planos do inventor são de abrir uma empresa focada na produção em maior escala deste tipo de veículo, podendo também gerar empregos na região onde vive.

O protótipo automobilístico possui as iniciais YMC impressas na lateral, em forma de homenagem aos filhos de Ahmed: Yosha e Maisha. Atualmente, o inventor conta com o apoio do centro de inovação do Instituto Nacional de Tecnologia IIED, em Srinagar. De acordo com Saad Parvez, chefe do IIED, o centro contribuirá com o desenvolvimento da inovação e conectará com as indústrias ou fóruns.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes