Construção de uma nova planta de hidrogênio verde no Ceará pode receber investimentos de quase R$ 4 bilhões

Hidrogênio – construção – Ceará Planta de hidrogênio verde/ Fonte: Visão Agro

Ao todo, R$ 4 bilhões serão investidos no empreendimento para a construção de uma nova planta de hidrogênio verde, no Ceará

Uma nova planta de hidrogênio verde poderá ser construída no estado do Ceará pela Qair Brasil, pertencente ao grupo francês Qair. A construção do projeto está prevista para ser realizada em quatro etapas, entre 2023 e 2030. O empreendimento poderá receber investimentos de quase R$ 4 bilhões. Veja ainda: Ceará ganhará a maior usina de hidrogênio verde do mundo, será player global na produção, armazenamento, distribuição e exportação de H2V e milhares de empregos serão gerados no estado

O projeto de hidrogênio verde no Ceará

Gustavo Silva, diretor de operações da companhia no Brasil, diz que grande parte da energia necessária para a produção de hidrogênio verde será fornecida por parques eólicos e solares da própria empresa instalados no estado do Ceará.

O portfólio de projetos em energia renovável da Qair conta com 8.000 a 9.000 MW no estado, sendo 5.000 MW em eólicas e de 3.000 a 4.000 MW em solar. Desses, 210 MW já se encontram em operação e outros 600 MW estão em construção. O maior projeto é de uma eólica offshore em Acaraú, com capacidade inicial de 1.200 MW, podendo chegar a 2.400 MW, em parceria com a Vestas. O grupo francês pretende construir uma linha de transmissão ligando o parque até a usina de hidrogênio verde no Porto do Pecém.

Além da construção no Ceará, a empresa tem planos para uma nova planta em Pernambuco

O governo de Pernambuco deu início aos estudos de viabilidade técnica e econômica para implantação de uma planta de produção de hidrogênio verde no Porto de Suape.

A iniciativa, nomeada de Planta de Hidrogênio Verde Pernambuco, prevê a instalação de quatro conjuntos de eletrolisadores de água em áreas localizadas no Porto de Suape, em quatro fases de implantação. Quando consolidado, o empreendimento pode vir a se transformar no segundo maior da história do estado.

O governador Paulo Câmara diz que uma das gigantes mundiais na produção de energia renovável está aportando em Suape para instalar uma planta que vai gerar o chamado hidrogênio verde, um insumo valioso para o setor industrial. Os investimentos da nova planta de hidrogênio podem chegar a US$ 3,8 bilhões.

A construção da planta de hidrogênio verde em Pernambuco vai dispor dos processos combinados de eletrólise, bombeamento e liquefação, permitindo o envio do produto para longas distâncias, além da reforma de gás natural.

Veja ainda: Construção de usina de hidrogênio verde no Porto do Açu, no Rio de Janeiro, está sendo analisada por empresas

Controlada pela Prumo Logística, a Porto do Açu Operações, juntamente com a Fortescue Future Industries, assinaram um memorando de entendimento para estudar a viabilidade da construção de uma usina de hidrogênio verde de 300 megawatts (MW) no local. O documento ainda possui outros projetos, de energia solar e eólica, nos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo.

A mineradora australiana Fortescue, que é dona da Fortescue Future Industries, tem como plano a construção de uma usina de hidrogênio verde no Brasil, para atingir a meta de neutralidade de carbono.

A companhia, que é a quarta maior produtora de minério de ferro do mundo, anunciou que planeja atingir a neutralidade de carbono até 2030 e espera atingir sua meta original em dez anos. Como parte da meta, a empresa planeja produzir hidrogênio verde em escala comercial até 2023.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos