Início Com apenas 8 meses de funcionamento, o Terminal Intermodal de Pederneiras já atingiu a impressionante marca de 1 milhão de toneladas de celulose transportada pelas grandes empresas MRS e Bracell

Com apenas 8 meses de funcionamento, o Terminal Intermodal de Pederneiras já atingiu a impressionante marca de 1 milhão de toneladas de celulose transportada pelas grandes empresas MRS e Bracell

18 de maio de 2022 às 19:12
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Bracell Grandes empresas Celulose
Cadeia produtiva da celulose pela MRS e Bracell envolve uma logística de sustentabilidade | Foto: Canva Pro

Transporte de celulose pela MRS e Bracell no Terminal Intermodal de Pederneiras tem sido tão eficiente, que os números impressionam

Com menos de 8 meses de funcionamento, o Terminal Intermodal de Pederneiras já recebeu o transporte de 1 milhão de toneladas de celulose para o Porto de Santos, na última semana de abril, pelas grandes empresas MRS e Bracell. Isso aponta para a grande eficiência no transporte e nas operações envolvidas na produção de papel no Brasil.

A MRS assinou um contrato com a Bracell em julho de 2020 e fez do zero um grande terminal especializado no transporte de celulose durante 7 meses, comprando vagões e locomotivas. As operações iniciaram em setembro de 2021 e, com 8 meses de funcionamento, já atingiram a marca memorável de 1 milhão de toneladas.

Artigos recomendados

Entenda um pouco mais sobre como a celulose é fabricada a partir do eucalipto no vídeo abaixo

Produção de celulose e transporte envolvem diversas operações que precisam estar bem definidas | Reprodução: Youtube – Painel Florestal

Os resultados sólidos são motivos de comemoração, pois a celulose é um produto essencial para a economia nacional

Para chegar a esse resultado, foi necessário um esforço conjunto de profissionais da engenharia e projetos, relações institucionais e suprimentos, além de uma infraestrutura de qualidade que garantisse o bom funcionamento. O planejamento estratégico, montado pelas grandes empresas Bracell e MRS foi o grande responsável pelo sucesso nessa empreitada. Afinal, elas conseguiram otimizar o processo de construção, a produção da celulose e, por fim, o transporte. O resultado não poderia ter sido outro.

Trabalhe no Setor Eólico do Brasil

As empresas celebram esse grande feito nacional pois aponta para uma qualidade logística comparável a de países de primeiro mundo. Nesse sentido, o terminal contribui para uma cadeia produtiva sustentável e um modelo exemplar de produção e transporte de celulose.

Um levantamento feito pelo Jornal O Globo, com 135 empresas de capital aberto, demonstrou que as empresas voltadas para o ramo de celulose e produção de papel, são as que mais tem foco na agenda de sustentabilidade. Dessa forma, é um setor que está em constante alinhamento com a política ESG (Environmental, Social & Governance), pautada nos pilares ambientais, sociais e de governança. Nesse sentido, as empresas MRS e Bracell se enquadram nesses parâmetros com grande responsabilidade social e ambiental.

O compromisso com a sustentabilidade começa na produção

De acordo com dados do Panorama Geral sobre a Indústria de Papel e Celulose no Brasil e no Mundo, feito pelo Ministério de Minas e Energia, em 2022, o Brasil é o segundo maior produtor de celulose no mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. Isso dá uma grande importância ao país, que é responsável por 11,3% de toda celulose produzida no mundo.

Sendo assim, a busca por recursos renováveis para nutrir esse segmento da indústria, tem se tornado uma verdadeira missão, com a qual estamos alcançando o sucesso. A figura abaixo mostra a evolução no percentual de uso para fontes de energia renováveis dentro do setor.

Bracell Celulose Grandes empresas
A evolução no uso de fontes de energia renovável para produção de celulose foi significativa ao longo dos últimos 50 anos | Fonte: EPE (2021)

Além dessa evolução significativa, vale destacar que no Brasil, 100% da produção de celulose é obtida a partir de áreas de reflorestamento e 70% desse produto é destinado para exportação, principalmente para a União Europeia. Isso contribui para a sustentabilidade desde a sua produção até a destinação.

Nesse sentido, as grandes empresas Bracell e MRS estão contribuindo com a cadeia sustentável da celulose, levando maior tecnologia e integração a favor do meio ambiente. O marco de 1 milhão de toneladas transportadas, demonstra a eficiência da celulose nacional e do aquecimento do mercado para os próximos anos.

Relacionados
Mais recentes