Ford Motor, um dos mais importantes fabricantes de automóveis do mundo, vai parar de desenvolver e fabricar motores a combustão, a gasolina e a diesel para futuro totalmente elétrico

Flavia Marinho
por
-
29-05-2021 11:06:56
em Indústria e Construção Civil
Ford - Honda - Volkswagen - Toyota - produção - emprego - fábrica - SP - Gol - Voyage - Golf - Renault - General Motors Trabalhador em fábrica da Ford / Fonte: Reprodução – Via Google

Após Volkswagen, Honda, Audi, Volvo e Renault, chefão da Ford Motor anuncia o encerramento da produção de motores a combustão, a gasolina e a diesel para focar nos carros elétricos, mas não dá uma data

Após encerrar produção de veículo e sair do pais, o chefão da Ford Motor nas Américas, Kumar Galhotra, disse que a montadora tem a eletrificação plena no radar. A afirmação vai de encontro com as gigantes da indústria automotiva, como Volkswagen, Honda, Volvo e Renault, que também anunciaram, recentemente, que já pararam ou vão parar o desenvolvimento e a produção dos motores a combustão, a gasolina e a diesel para investir na fabricação de carros elétricos.

Leia também

A fabricante de automóveis estadunidense confirmou, ao mercado, que embora ainda esteja muito longe e não saber quando exatamente, a Ford será uma marca totalmente elétrica no futuro e deixará de lado os motores a combustão para atender às novas normas de emissões de carbono.

Galhotra disse: “Posso ver facilmente um ponto em que diríamos: ‘Esta é a data em que estaríamos totalmente elétricos’”. Ele completou: “Certamente estamos trabalhando para isso.”

Ford confirma futuro elétrico, mas não definiu uma data

Apesar da Ford confirmar um futuro elétrico, a empresa não disse a data para sua conversão plena aos carros elétricos, mas a rival General Motors —  atual maior fabricante dos EUA, já datou seu portfólio, o que indica que as demais deverão segui-la cedo ou tarde.

O governo dos EUA vem dando uma acelerada no processo de eletrificação no país, e Biden, presidente, disponibilizou um orçamento na casa dos trilhões de dólares para converter a energia dos EUA, e a Ford não tem motivos para ir na contramão. O carro F-150 Lightning da montadora, é um indício claro de que a marca irá nessa direção.

Com Mustang Mach-E e E-Transit, a Ford está apenas começando nessa estrada, assim como a rival General Motors. Porém, a GM já materializou seu plano de eletrificação com 20 modelos para os EUA e mais 10 para a China até 2025.

Além disso, criou uma plataforma elétrica, baterias de uma geração própria e converteu fábrica para produção exclusiva. Ela ainda puxou, para seu lado, a gigante multinacional Honda, indicando que poderá adiante fazer o mesmo com outras marcas. A Ford promete US$ 22 bilhões em eletrificação até 2025.

Honda deve manter os motores a combustão até meados da próxima década

Assim como a Ford, tudo indica que a japonesa deve continuar fabricando os motores a combustão até meados da próxima década, indo na contramão de suas concorrentes, que já se preparam para o fim de pistões, bielas, virabrequim e válvulas.

Apesar dessa decisão, a Honda busca a neutralidade de carbono até 2050. Um grande exemplo disso é aqui no Brasil, em que as fábricas da japonesa no Sul e Nordeste usam energia de parques eólicos próprios.

O chefão da marca anunciou, também, o novo plano estratégico, que se inicia com a eletrificação do portfólio europeu até o fim de 2022. Em 2030, a marca promete 40% das vendas globais, subindo para 80% em 2035, e 100% em 2040.

Corre que dá tempo! Volkswagen convoca candidatos sem experiência em todas as áreas para vagas em fábricas de SP e PR

A multinacional alemã Volkswagen, a maior multinacional fabricante de automóveis do mundo, enxerga a importância de apoiar os jovens a ingressar no mercado de trabalho. A empresa está com vagas de trainee em suas fábricas de SP e PR para candidatos sem experiência e à procura do primeiro emprego.

Esta é uma oportunidade voltada para os graduados entre 2016 e 2020 que tenham interesse em atuar em uma das localidades da empresa no País: São Bernardo do Campo (SP), Vinhedo (SP), Taubaté (SP), São Carlos (SP) e São José dos Pinhais (PR).

Pré-requisitos:

  • Inglês avançado;
  • Experiência profissional prévia;
  • Formação: 12/2016 a 12/2020; podendo ser a 2º graduação;
  • Ter disponibilidade para atuar em qualquer localidade da Volkswagen do Brasil,

As inscrições estão abertas até 30 de maio, e podem ser feitas diretamente no site da empresa neste link. Boa sorte a todos!

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.