Renault, multinacional fabricante dos carros Kwid, Logan, Duster e Sandero, cancela desenvolvimento e para de fabricar novos motores a combustão a gasolina e a diesel

Flavia Marinho
por
-
25-05-2021 13:31:45
em Indústria e Construção Civil
Renault - Ford - Honda - Volkswagen - Toyota - Audi - produção - emprego - fábrica - SP - Gol - Voyage - Golf - Sandero - General Motors - Duster - Kwid Trablhador em fábrica da Renault Fonte: Reprodução – Via Google

Após Volkswagen, Ford, Honda, Audi e Volvo, a Renault anuncia o encerramento da produção de motores a combustão, a gasolina e a diesel para focar nos carros elétricos e híbridos

Gigantes da indústria automotiva, como Volkswagen, Ford, Honda e Volvo anunciaram que já pararam ou vão parar o desenvolvimento e a produção dos motores a combustão a gasolina e a diesel. Agora chegou a vez da montadora francesa Renault focar nos carros elétricos. Luca de Meo, chefão da Renault  — multinacional fabricante dos carros Kwid, Logan, Duster e Sandero, confirmou ao mercado que vai apenas atualizar os motores a combustão que já existem, adaptando-os às novas normas de emissões até ao final do seu ciclo de vida.

Leia também

A decião da montadora francesa Renault vai ao encontro do que tem sido anunciado por algumas fabricantes de automóveis e alguns países, como a Alemanha e Reino Unido.

As regras relacionadas às emissões de carbono estão cada vez mais estreitas, não deixando muita opção aos fabricantes de veículos com motores a combustão, a gasolina e a diesel, e as montadoras correm para se enquadrar a esta realidade emergente do mercado em adquirir veículos híbridos ou elétricos.

CEO da Renault, Luca de Meo, diz que a decisão de acabar com a fabricação novos motores a combustão, a gasolina e a diesel reduzirá os custos da montadora

Segundo o chefão da Renault, Luca de Meo, a decisão de acabar com o desenvolvimento de novos motores a combustão, a gasolina e a diesel permitirá à empresa reduzir os custos num momento particularmente delicado para as suas finanças.

Portanto, os veículos a combustão, a gasolina e a diesel da Renault serão substituídos pelos híbridos E-TECH Hybrid e E-TECH Plug-in. Aliás, esta tecnologia já equipa modelos como o Clio, Captur, Megane e Arkana. Em breve, abrangerá os Kadjar e Koleos, previstos para 2022 e 2023, respectivamente.

Além disso, a Renault tem investido fortemente na sua gama 100% elétrica, pelo que poderá concentrar-se em novos modelos, nos próximos tempos. Assim sendo, ao Dacia Spring, Twingo E-TECH Electric, ZOE Z.E, Kangoo E-TECH Electric e Master Z.E. poderão se juntar a novas propostas.

Honda, um dos mais importantes fabricantes de automóveis e motocicletas do mundo, para de desenvolver e fabricar motores a combustão, a gasolina e a diesel

A multinacional Honda, um dos mais importantes fabricantes de automóveis e motocicletas do mundo, anunciou que, em 2040, a fábrica da Honda em Sumaré, interior de São Paulo, não estará mais produzindo motores a combustão, a gasolina e a diesel, e que o foco da montadora será voltado em fabricação de carros elétricos.

Embora estejamos falando do futuro, essa decisão foi tomada agora. O chefão da marca anunciou, também, o novo plano estratégico, que inicia com a eletrificação do portfólio europeu até o fim de 2022. Em 2030, a marca promete 40% das vendas globais, subindo para 80% em 2035, e 100% em 2040.

Tudo indica que a japonesa deve continuar fabricando os motores a combustão até meados da próxima década, indo na contramão de suas concorrentes, que já se preparam para o fim de pistões, bielas, virabrequim e válvulas.

Apesar dessa decisão, a Honda busca a neutralidade de carbono até 2050. Um grande exemplo disso é aqui no Brasil, onde as fábricas da japonesa no Sul e Nordeste usam energia de parques eólicos próprios.

Depois da Ford, as multinacionais Renault e Nissan podem fechar suas fábricas no Brasil e indústria automotiva pode entrar em colapso no país

Após a saída da montadora Ford do Brasil, a crise global de suprimentos e a pandemia fez fábricas de automóveis como Chevrolet, Honda, Audi (Volkswagen), Scania, Volvo e Mercedes-Benz suspenderem também a produção de veículos. Agora, segundo a informação passada pelo Carlos Ghosn, ex CEO de grandes fabricantes de veículos, as multinacionais Renault e Nissan podem fechar suas fábricas no Brasil e indústria automotiva pode entrar em colapso no país.

O mercado brasileiro de automóveis caiu de 4 milhões de unidades/ano, para apenas 2 milhões, disse o ex-presidente da Nissan Ghosn.

“Os mais fracos vão sair do Brasil, o que sempre acontece em grandes crises. Dentre os mais fracos, cito a Aliança (entre Nissan e Renault), porque para competir no Brasil é preciso ter uma montadora forte, com vontade de superar os ciclos específicos da economia local, e, se a empresa não tem essa vontade, vai ficar o tempo inteiro saindo e entrando do país, demitindo e contratando, parando e retornando. Esse stop and go é muito ruim para a marca e para os empregados”, afirma Ghosn.

Volkswagen convoca candidatos sem experiência em todas as áreas para vagas em fábricas de SP e PR

A multinacional alemã Volkswagen, a maior multinacional fabricante de automóveis do mundo, enxerga a importância de apoiar os jovens a ingressar no mercado de trabalho. A empresa está com vagas de trainee em suas fábricas de SP e PR para candidatos sem experiência e à procura do primeiro emprego.

Esta é uma oportunidade voltada para os graduados entre 2016 e 2020 que tenham interesse em atuar em uma das localidades da empresa no País: São Bernardo do Campo (SP), Vinhedo (SP), Taubaté (SP), São Carlos (SP) e São José dos Pinhais (PR).

Pré-requisitos:

  • Inglês avançado;
  • Experiência profissional prévia;
  • Formação: 12/2016 a 12/2020; podendo ser a 2º graduação;
  • Ter disponibilidade para atuar em qualquer localidade da Volkswagen do Brasil,

As inscrições estão abertas até 30 de maio, e podem ser feitas diretamente no site da empresa neste link. Boa sorte a todos!

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe