Início Cenibra – empresa produtora de celulose – anuncia investimento de R$ 300 milhões para  a modernização de sua fábrica em Belo Oriente, no estado de Minas Gerais

Cenibra – empresa produtora de celulose – anuncia investimento de R$ 300 milhões para  a modernização de sua fábrica em Belo Oriente, no estado de Minas Gerais

27 de julho de 2022 às 00:05
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Minas Gerais; celulose; investimento
Foto: reprodução www.cenibra.com.br

A produtora de celulose Cenibra realizará os investimentos em sua unidade no município de Belo Oriente, em Minas Gerais, ao longo deste ano e do ano que vem

A Cenibra, empresa especializada na produção de celulose, divulgou a realização de um investimento de R$ 300 milhões para modernizar a sua unidade no município de Belo Oriente, em Minas Gerais. Segundo o noticiário Diário do Aço, a informação foi confirmada pelo diretor industrial e técnico da companhia, denominado Júlio César Tôrres Ribeiro. A previsão é de que os investimentos sejam feitos ao longo deste ano e do ano que vem.

Durante a abertura da 32° edição da Expo Usipa – maior feira de negócios da indústria, comércio e prestação de serviços de Minas Gerais -, Júlio César expôs que a Cenibra deu início às suas operações no ano de 1977, sendo, assim, uma fábrica um pouco mais velha.

Artigos recomendados

De acordo com o diretor, a empresa está chegando em um momento no qual é necessário um processo de modernização, que é um pouco lento e será realizado área por área. Trata-se de um investimento feito ao longo dos anos, que, para este ano e para 2023, será equivalente a, aproximadamente, R$ 300 milhões.

Júlio César informou, ainda, que não haverá, por enquanto, um aumento do número de empregos devido aos investimentos. No entanto, ele explicou que, embora não gerem de imediato uma ampliação das vagas de trabalho, os investimentos criarão oportunidades para novas empresas e novos tipos de serviços que são anexados ao processo industrial da Cenibra, de maneira simplificada.

Além do mais, o diretor destacou também que investimentos nas áreas de branqueamento e de pátio de madeira já foram efetuados. Conforme as suas afirmações, a companhia está trabalhando no processo de lavagem e depuração da celulose, que ocorre logo após o cozimento e antes da secagem. Sendo assim, todo o processo de modernização representa um grande desafio a ser enfrentado pela frente, para que depois seja promovida a expansão da fábrica.

Diretor-presidente da Cenibra avalia o processo de modernização da companhia e diz que ele contribuirá para o desenvolvimento de Minas Gerais

O diretor-presidente da Cenibra, Kazuhiko Kamada, também se manifestou a respeito do processo de modernização pelo qual a empresa está passando atualmente. Kamada declarou que, no mês de setembro deste ano, a Cenibra completará 49 anos e que, por conseguinte, os equipamentos estão ficando velhos, de modo que é necessário substituí-los por mais modernos e mais novos.

Ele acrescentou, ainda, que a Cenibra produz celulose através de um trabalho que começa desde a plantação das mudas no viveiro. Assim, é preciso que a empresa invista em todos os processos de produção, o que é bastante complexo. O diretor ressaltou que estão sendo feitos investimentos até o final da cadeia produtiva, a fim de que atinjam um conjunto mais modernizado.

Por fim, Kamada observou que, como os investimentos são plurianuais, a companhia sofrerá melhora considerável, além de que a região, no estado de Minas Gerais, também terá o seu desenvolvimento impulsionado.

Sobre a Cenibra

A Cenibra foi fundada em 1973, sendo pertencente ao Japan Brazil Paper and Pulp Resources Development – JBP, um grupo de empresas japonesas. A companhia está localizada no município de Belo Oriente, em Minas Gerais, e possui capacidade de produção de 1.200.000 toneladas de celulose branqueada de fibra curta de eucalipto. Além disso, tem cerca de 8 mil empregados próprios e terceirizados.

A celulose produzida pela Cenibra é distribuída pelos principais mercados, como a Ásia (46%), a Europa (41%), a América do Norte (11%) e o mercado interno (2%). O material é usado para a fabricação de papel cartão, papéis especiais e papéis para fins sanitários. Para atender a seus clientes, a companhia possui centros de distribuição e escritórios comerciais e de representação espalhados pela Ásia, Europa e América do Norte.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes