Brasil e EUA assinam acordo de investimentos para melhorar infraestrutura brasileira

Brasil e EUA

Acordo foi assinado durante a visita do Secretário de comércio americano, Wilbur Ross, ao Brasil e segundo ele o cronograma de projetos do governo brasileiro impressiona

Um encontro entre o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas e o Secretário de Comércio dos EUA, Wilbur Ross, culminou com a assinatura de um memorando de entendimento.
O memorando assinado ontem (01/08), se refere a melhorar o fluxo de negócios e investimentos em projetos de infraestrutura feitos pelos americanos aqui no Brasil.

O secretário americano gostou muito do atual cronograma de projetos do governo brasileiro e aproveitou para afirmar que as negociações entre Brasil e EUA para um acordo de livre comércio teve seu início oficial com a assinatura do documento.
“hoje mais cedo me reuni com o ministro de Infraestrutura. Estou muito impressionado com o nível de detalhes do seu planejamento e com o fato de que ele tem planos de muito curto prazo vindo por aí. Este é um governo que está realmente começando a se mexer. Essa é uma consideração muito importante para aqueles que estão um pouco nervosos em investir. Estou menos nervoso aqui do que em outros lugares”, disse o secretário.

As partes envolvidas

O memorando de entendimento foi entre o Programa de Parcerias e Investimentos (PPI) do governo brasileiro e a Opic, agência americana voltada para financiamento de projetos fora dos EUA.

Para se ter uma ideia do poder da instituição americana, a Opic tem cerca de US$ 60 bilhões para investimentos em países emergentes e que a América Latina é o principal foco dos EUA.

Segundo Verônica Sanchez, secretária de coordenação de obras estratégicas do PPI, a parceria com os americanos será muito benéfica ao país.
“Temos um gap, e esse gap precisa ser preenchido pelas parcerias com empresas privadas, não só empresas brasileiras, mas do mundo todo. Queremos muito o apoio e a participação de empresas americanas no país”, disse a secretária.

Ficou decidido pelo acordo também que o Brasil e os EUA prepararão uma agenda para estabelecer um grupo de projetos de infraestrutura para serem desenvolvidos.

E por falar em obras de infraestrutura, a Rumo assinou a concessão da Ferrovia Norte-Sul e visa diminuir o custo Brasil !

Renato Oliveira

About Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)