Através do FPSO Cidade de Itajaí, Karoon e Shell assinam contrato para comercializar e enviar petróleo de Baúna

Shell São Paulo Karoon FPSO Petróleo

A Karoon Energy assinou um contrato de marketing com a Shell West, membro do grupo Royal Dutch Shell, para comercializar e transportar a produção de petróleo bruto do campo de Baúna, localizado no exterior do Brasil.

O campo de Baúna, localizado na Bacia de Santos, na costa do estado de São Paulo, iniciou suas operações em fevereiro de 2013 e tem uma produção atual de cerca de 20.000 barris de petróleo por dia através do FPSO Cidade de Itajaí.

O contrato de marketing tem duração de até cinco anos e fornece à Karoon acesso à plataforma global de marketing e remessa da Shell West, de acordo com a declaração da Karoon na segunda-feira, 21 de outubro. Como parte da negociação do contrato de marketing, a Karoon e a Shell West agora concordaram com os termos, e a Shell West obteve aprovação interna de crédito para um empréstimo de US $ 50 milhões a prazo no nível de negócios da Karoon na Austrália. Pretende-se que esta linha de empréstimo seja usada como linha de capital de giro de reserva.

A Karoon agora procurará finalizar os documentos da linha de empréstimo em termos comerciais usuais.

O diretor-gerente da Karoon, Robert Hosking, disse: “Este contrato fornece valor agregado através do acesso a compradores finais que atualmente compram óleo semelhante no Brasil e permite que a Karoon aumente sua carga em navios maiores, reduzindo os custos de transporte. No geral, a Karoon espera manter um preço de retorno líquido mais alto para a produção FOB (Free On Board) Baúna. ”

Esses contratos estão sujeitos à conclusão financeira da transação de Baúna e a entrada na linha de empréstimo está sujeita à conclusão da devida diligência e negociação e finalização da documentação definitiva.

Vale lembrar que a Karoon assinou um contrato vinculativo de compra e venda com a Petrobras para adquirir uma participação operacional de 100% no campo de Baúna (Concessão BM-S-40), localizada na Bacia de Santos, pelo valor de US $ 665 milhões em julho de 2019. Espera-se que a transação seja concluída no primeiro semestre de 2020.

O campo de Baúna consiste em dois reservatórios produtores de petróleo, Baúna e Piracaba, ambos ligados ao FPSO Cidade de Itajaí, alugado, e à descoberta não desenvolvida de Patola.

Paulo Nogueira

About Paulo Nogueira

Formado em Eletrotécnica e entusiasta do setor de tecnologia, com experiência no setor O&G em empresas nacionais e internacionais.