Início Até 2025, a indústria de petróleo e gás deve promover o investimento anual de R$ 102 bilhões, além de gerar 500 mil novas vagas de emprego

Até 2025, a indústria de petróleo e gás deve promover o investimento anual de R$ 102 bilhões, além de gerar 500 mil novas vagas de emprego

4 de agosto de 2022 às 09:13
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Foto: reprodução www.pexels.com

O estudo foi feito pela AbesPetro. Conforme a análise da associação, a cada 1 bilhão em investimentos da indústria de petróleo e gás, 25 mil novos empregos são gerados no setor

Segundo levantamento feito pela Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Petróleo (AbesPetro), a indústria de petróleo e gás deve realizar, até o ano de 2025, o investimento de R$ 102 bilhões ao ano para a exploração e produção no Brasil. A AbesPetro espera, ainda, que sejam disponibilizadas 500 mil novas vagas de emprego no setor de exploração e produção de petróleo e gás durante os próximos três anos.

Sob esse viés, o diretor-executivo da Associação, Telmo Ghiorzi, declarou, em entrevista à CNN Rádio, que foi contratado um investimento de US$ 156 bilhões até o ano de 2030, valor correspondente à quantia anual em reais, porém há ainda um potencial ampliado de US$ 415 bilhões, uma vez que há reservas existentes que precisam ser leiloadas.

Artigos recomendados

Ghiorzi acrescentou também que a indústria de petróleo e gás está saindo do estágio de crise, provocado pela pandemia e por outros fatores, e segue, agora, uma rampa de evolução no que se refere a investimentos e empregos.

De acordo com o diretor, o estudo da AbesPetro faz a estimativa de quanto cada investimento traduz em vagas de emprego. Dessa forma, a cada 1 bilhão em investimentos, 25 mil novos empregos são gerados, o que é descoberto através de um cálculo econômico.

As novas vagas de emprego geradas no segmento de petróleo e gás serão direcionadas a engenheiros, técnicos e pesquisadores, qualificados para o desenvolvimento de novos produtos e tecnologias

Telmo explica que as vagas são direcionadas a engenheiros, técnicos e pesquisadores bem qualificados e bem remunerados, cujo salário chega a ser de 4 a 5 vezes maior do que o salário médio do país, devido, justamente, ao elevado nível de formação. Ele adicionou, ainda, que esses profissionais possuem a qualificação adequada para o desenvolvimento de novos produtos e tecnologias no setor de petróleo e gás, o que acaba gerando também múltiplos empregos indiretos e induzidos.

Por fim, o especialista ainda destacou o fato de o Brasil “exportar cérebros” para grandes empresas internacionais, não sendo capaz de manter os profissionais nas companhias do país. Para ele, este é um desafio importante a ser enfrentado no futuro.

Leia também esta matéria: Elevado preço do petróleo no mercado internacional contribui para forte valorização, em mais de 80%, das ações da Petrobras

Desde a retomada das atividades econômicas, após a pandemia de Covid-19, e o início da guerra na Ucrânia, tem-se observado a valorização do petróleo no mercado internacional. Com isso, as ações da Petrobras também apresentaram aumento considerável.

Conforme a CNN Brasil, em 26 de julho de 2021, as ações preferenciais (PETR4) da companhia encontravam-se a R$ 18,61. Já na última sexta-feira (29), um dia após o anúncio do lucro de R$ 54,3 bilhões da empresa no segundo trimestre deste ano, o valor de tais ações era de R$ 34,15, o que representa um acréscimo de 83,5%.

As ações ordinárias (PETR3), por sua vez, tiveram alta ainda mais expressiva neste período, de 90%. O seu valor foi de R$ 19,45 para R$ 36,96.

De acordo com a análise de Bruno Imaizumi, da LCA Consultores, a valorização do petróleo começou com a recuperação da atividade econômica, depois que a pandemia de Covid-19 passou pelo seu período mais crítico.

Para mais informações, clique aqui e acesse a matéria completa.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes