Home > Sem categoria

ANP autoriza mais duas empresas a trabalhar no Gás Natural

Renato Oliveira
por
-
20-08-2019 11:46:40
em Sem categoria
Gás natural e o Gasbol Gás Natural atrai atenção

Autorização da Braskem e da Gerdau para trabalhar no carregamento de Gás Natural reforça o interesse das empresas em futuros negócios

De olho na chamada pública para contração da capacidade de 18 milhões de m³/dia do Gasbol, que está por vir, ontem (19/08) foi a vez de mais duas empresas conseguirem autorização de carregamento de Gás Natural. Investimentos já haviam sido anunciados na malha de gasodutos da ex-TAG, da ordem de 1 bilhão de reais.
A ANP concedeu autorização para que a Braskem (petroquímica) e a Gerdau (siderurgia) possam efetuar atividades de carregamento de gás natural.

A autorização de carregamento (concedida pela ANP) é pré-requisito para que as empresas participem de licitações para compra do gás e posteriormente para a assinatura dos contratos de transporte,
Tal iniciativa já é uma preparação das empresas para participar, por exemplo da chamada pública para contração da capacidade de 18 milhões de m³/dia do Gasbol.

A chamada pública do Gasbol (Gasoduto Bolívia-Brasil) vem sendo discutida no setor há pelo menos três anos e sua estruturação é acompanhada com grande atenção pelo setor de gás natural, tendo em vista que é considerado um marco no mercado de gás, como um primeiro passo no processo de implantação do regime de reserva de capacidade no Brasil.

O gasoduto

O Gasbol atende à demanda das distribuidoras pelas quais passa o gasoduto – Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Algumas dessas distribuidoras se uniram no ano passado para lançar uma chamada pública conjunta.

Foram autorizadas também a exercer atividades de carregamento de gás natural, a Equinor, a Brasoil Manati, que pertence a PetroRio, as petroleiras BP Energy e Total E&P, além da Golar Power, que atua no mercado de GNL e opera um terminal em Sergipe.

Leia também ! Golar Power quer construir navios para transportar seu gás natural liquefeito (GNL) !

Tags:
Renato Oliveira
Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki) inspecionando e acompanhando técnicas de fabricação e montagem de estruturas/tubulações/outfittings(acabamento avançado) para casco de Drillships.