Início Acidente na Bacia de Campos: Homem cai no mar e está desaparecido por mais de 24 horas

Acidente na Bacia de Campos: Homem cai no mar e está desaparecido por mais de 24 horas

19 de dezembro de 2017 às 18:07
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Acidente na Bacia de Campos: Homem cai no mar e está disparecido por mais de 24 horas

Navios de patrulhamento e helicópteros estão em busca do funcionário da empresa Bravante desde o dia 18(ontem) às 17h.

[supsystic-social-sharing id=’1′]Mais um triste realidade de quem trabalha nesta modalidade de prestações de serviços, acidente envolvendo um trabalhador de empresa marítima acabou desaparecendo durante uma operação de apoio. O sinistro aconteceu na Bacia de Campos a bordo da embarcação Mar Limpo III, distante cerca de 128 quilômetros da costa mais próxima, em Macaé-RJ. A Marinha está procurando ele com um navio de patrulha, a Força Aérea Brasileira com uma  aeronave e um helicóptero de apoio da Petrobras, todos empenhados em acha-lo.

A Marinha em nota disse que abrirá uma investigação para identificar o que causou o acidente e de quem é a culpa. A empresa ao qual ele estava prestando o serviço de apoio marítimo era a Bravante. Ele foi identificado como Francisco das Chagas Oliveira da Silva Filho, de 23 anos, marinheiro e estava fazendo  manutenção no Passadiço da embarcação, que estava na Bacia de Campos, nos arredores do FPSO Cidade Rio das Ostras, segundo o Sindicado dos Petroleiros do Norte Fluminense.

Vejam quem é o funcionário e Ouçam o pedido de socorro da Radio Operadora


A Marinha pede que as embarcações que estiverem nas proximidades do evento, ajudem nas buscas para aumentar a área de procura. A Bravante e a Petrobras está prestando todo o apoio a família neste momento. O Click Petróleo e Gás está tentando contato com a empresa para coletar mais informações sem sucesso. O que podemos fazer no momento é torcer para que tudo dê certo.

Em junho deste ano, ocorreu um outro acidente com 3 vítimas fatais em uma unidade afretada pela Odebrecht durante manutenção de uma caldeira a bordo da NS-32, que também ocorreu no campo de Merlim na Bacia de Campos na época. Infelizmente vivemos sobre unidades com um alto grau de periculosidade, é fundamental obedecer  todas as normas de segurança, por mais rotineira que à atividade seja.

Vejam a reportagem da InterTV Alto Litoral 2ª edição no dia 19/12/2017


Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.


Facebook
Facebook

Twitter
Twitter

LinkedIn
LinkedIn

YouTube
YouTube

Instagram
Instagram

Telegram
Telegram

Google News
Google News

Relacionados
Mais recentes