Home > Sem categoria

10.300 vagas de empregos em obras de Porto que vai começar ano que vem

Renato Oliveira
por
-
03-08-2019 10:54:08
em Sem categoria
Porto empregos petrocity espirito santo Obras em mega porto

Projetos do Mega Porto de São Mateus em conjunto com usinas termelétricas e ferrovia avançam e começarão a gerar vagas de empregos já para o ano que vem

As obras de construção do porto do Centro Portuário de São Mateus, no Espírito Santo, tem atraído a atenção não só de trabalhadores do estado, mas de todo o Brasil, pois se somarmos todos os empreendimentos a criação de vagas de empregos será em um total de 10.300.
As contratações estão previstas para começar no ano que vem e o empreendimento vem sendo monitorado aqui pelo seu portal Click Petróleo e Gás, inclusive conforme informamos, ontem (02/08) estava marcada uma audiência pública para que toda a sociedade conhecesse e debatesse detalhes sobre o projeto.

Estão previstas a criação de 2.500 vagas de empregos na obra e 3 mil na operação do Mega porto e o empreendimento aguarda licença ambiental do Iema, prevista para este mês de agosto e a de instalação, prevista até julho de 2020, para o início das obras.

O Centro Portuário de São Mateus (CPSM), um projeto da Petrocity e da Odebrecht, em São Mateus, no norte do estado do Espírito Santo, deve alavancar também a construção de uma usina com capacidade para 2.5 megawatts, um projeto da Badin Energia, e que vai gerar cerca de 50 empregos diretos, sendo 40 na obra, e de oito a 10 na operação.

A Badin também é a responsável pelas obras de instalação de duas usinas de geração de energia, sendo uma térmica a gás e outra fotovoltaica.
O diretor da empresa, Rodrigo Badin, está otimista em relação a liberação da licença ambiental e declarou: “Ainda precisamos da licença ambiental, que vai nos possibilitar passar por um leilão de energia do governo federal. Mas é um projeto como nenhum outro no Brasil, e se o governo não aprovar isso, não aprova mais nada”.

A energia gerada pelas usinas da Badin, além de abastecer a Petrocity, vai ser distribuída a indústrias nos arredores de São Mateus e o excedente será leiloado.
Estima-se que a construção destas duas usinas vai gerar 1.100 vagas de empregos diretos, e a operação, cerca de 150 vagas.

Ferrovia

Além do Mega porto e das usinas, a Petrocity planeja construir uma ferrovia de 560 quilômetros, ligando São Mateus a Sete Lagoas, em Minas Gerais.
Somente na primeira fase da Ferrovia, que irá até a cidade de Ipatinga (MG), serão criados 3.500 empregos diretos, entre instalação e operação.

Pensando na qualificação dos trabalhadores da região, a Petrocity vai capacitar tecnologicamente 3 mil jovens até o fim de 2020, para que possam atuar em projetos da empresa ou mesmo em outros empreendimentos da região.
O projeto é para jovens de baixa renda, com ensino fundamental completo, entre 15 e 21 anos, e que pertençam a famílias já inscritas no cadastro único de programas sociais.

Leia também ! ANP informa que 5,2 bilhões de Reais serão investidos em plataformas de Petróleo no ano que vem !

Tags:
Renato Oliveira
Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki) inspecionando e acompanhando técnicas de fabricação e montagem de estruturas/tubulações/outfittings(acabamento avançado) para casco de Drillships.