Terminal Portuário de São João da Barra é autorizado pela Antaq

TUP São João da Barra

Publicado no diário oficial da união, a autorização permitirá operações parciais do Terminal de Uso Privado (TUP) de São João da Barra, RJ pela Brasil Port Logística Offshore e Estaleiro Naval LTDA

A Brasil Port Logística Offshore e Estaleiro Naval LTDA teve a autorização da Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários) para realizar operações parciais no Terminal de Uso Privado (TUP) em São João da Barra (RJ).
O TLO (Termo de Liberação de Operação) foi publicado na seção 1, p.59 do Diário Oficial da União (DOU).

As áreas que compreendem essa liberação parcial do terminal de São João da Barra são: áreas de slips – berços de atracação ou dársenas – (11.460 m²), tanques (712 m²) e área de armazenagem (1.520 m²), totalizando 13.692 m² da instalação portuária.

O Terminal de Uso Privado

A área do Terminal está localizada dentro do Porto do Açu, um dos maiores empreendimentos de Eike Batista, que era controlado pela LLX e agora está sob controle da Prumo Logística, que é dirigida pela EIG.

Os navios que aportarem no Terminal fazem o acesso pelo canal de acesso do Porto do Açu, muito embora, as operações de embarque e desembarque serão feitas pela Brasil Port.

A capacidade do Terminal é de movimentar e armazenar cerca de 609 mil toneladas de carga geral, 27 mil toneladas de granel sólido e 243 mil metros cúbicos de granéis líquidos por ano.

As principais operações de transporte de cargas deverão incluir fluidos de perfuração, cimento, tubos, equipamentos diversos, diesel e lubrificantes. O terminal também será destinado para realizar manutenção e reparo de embarcações.
Todo o local deverá ter após totalmente construído cerca de 575 mil metros quadrados.

A localização do terminal de São João da Barra é considerada privilegiada pela proximidade geográfica com os campos petrolíferos mais produtivos do País e por também ter bastante espaço para expansão, caso seja necessário.

O Fundo de Marinha Mercante aprova R$ 116,5 milhões para Construção Naval ! Veja aqui quais serão os projetos beneficiados !

Sobre Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki) inspecionando e acompanhando técnicas de fabricação e montagem de estruturas/tubulações/outfittings(acabamento avançado) para casco de Drillships