Shell fechará sua refinaria em Louisiana após não conseguir encontrar um comprador

Valdemar Medeiros
por
-
13-11-2020 11:31:53
em Refinaria e Termoelétrica
Shell - refinaria - Lousiana Refinaria da Shell

Shell fechará sua refinaria em Louisiana após não conseguir encontrar um comprador e investimentos serão perdidos

A Shell fechará sua refinaria Convent em Louisiana após não conseguir encontrar um comprador para a instalação, relata a Bloomberg, citando uma declaração da empresa. A mudança, que deve ser concluída antes do final do mês, está em linha com os planos da Shell de reduzir o número de refinarias que opera de 14 para 6 nos próximos quatro anos. Os planos, por sua vez, fazem parte de sua estratégia de mudar de seu core business para energias alternativas.

Leia também

O plano maior atualmente seria “investir em um conjunto básico de locais de manufatura exclusivamente integrados que também estão estrategicamente posicionados para a transição para um futuro de baixo carbono”, disse a Shell no comunicado.

 “Uma vantagem importante desses locais centrais também virá de uma maior integração com os centros de comércio da Shell e da produção de mais produtos químicos e outros produtos que sejam resilientes em um futuro de baixo carbono em nossas novas refinarias.” Acrescentou a empresa em um comunicado a imprensa.

Venda das refinarias da Shell

No ano passado, a Shell vendeu sua refinaria Martinez para a PBF Holding Company por US $ 1 bilhão, mas no ano passado o petróleo estava sendo negociado muito mais alto do que agora, e a demanda por petróleo e derivados não foi devastada por uma pandemia de coronavírus que infectou mais de 47 milhões de pessoas até agora.

A refinaria do Convento tem capacidade para 211.100 barris de petróleo por dia e parece que nenhuma outra empresa com operações downstream está interessada em capacidade adicional de refino. Pelo contrário, como destaca a Bloomberg, as refinarias estão fechando instalações em resposta à queda da demanda. A Phillips 66 e a Marathon Petroleum têm planos de fechamento de refinaria, bem como planos para converter outras instalações de refino em locais de produção de biodiesel.

A Shell, por sua vez, quer manter as refinarias que também possuem unidades petroquímicas, incluindo uma na Louisiana, uma no Texas, uma na Alemanha e na Holanda, uma em Cingapura e uma no Canadá.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.