Rio de Janeiro receberá 54 Bilhões de dólares em investimentos da Petrobras

Rio de Janeiro na mira da Petrobras

Estimativa da Petrobras é investir a quantia nos próximos cinco anos, segundo o presidente da companhia o estado do Rio de Janeiro ainda se beneficiará com o aumento de arrecadação

Com a Produção de petróleo crescente, a Petrobras tem metas ousadas de investimentos no Rio de Janeiro, só nos próximos cinco anos a petroleira espera investir um total de US$ 54 bilhões em projetos no estado.
A declaração veio do presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco durante um almoço na Associação Comercial do Rio de Janeiro.

O presidente declarou que: “Nosso foco no estado do Rio de Janeiro é exploração e produção de petróleo e gás, o que não inclui distribuição de gás e transporte. Possivelmente, usinas termoelétricas movidas a gás. Este é o foco da companhia. O foco da companhia não é industrial. Nós somos uma companhia de petróleo”.

O Presidente ainda vez uma reclamação sobre o tratamento que a Petrobras recebe dos cariocas: “A Petrobras está investindo US$ 54 bilhões – ninguém liga, ninguém presta atenção e fica até nos cobrando. Se chegar aqui uma fábrica de automóveis e resolver investir R$ 500 milhões, vai ser recebida com festa, pompa e fanfarra. Ninguém liga para os bilhões de dólares que estamos investindo”, relatou ele.

O estado do Rio de Janeiro, além dos investimentos diretos ainda vai se beneficiar com a arrecadação proveniente da produção de petróleo.
O presidente da Petrobras ressaltou que, conforme a companhia já declarou anteriormente, vai intensificar o foco nas atividades de exploração e produção de petróleo e gás, até 2022, suas atividade refinarias ficarão também concentradas nos estados de São Paulo e no Espírito Santo.

Somente no ano passado a Petrobras pagou de impostos ao estado do Rio de janeiro cerca de R$ 17 bilhões, valor que deve aumentar este ano e no ano que vem com o investimento de petroleiras estrangeiras.
Este fato fez o Castello Branco declarar ao governador do estado Wilson Witzel que: “Eu falei, há alguns meses, para o governador Witzel que ele vai ser um xeique do petróleo, porque o Rio de Janeiro vai ser o terceiro maior produtor de petróleo das Américas. Em 2022, 2023, o Rio de Janeiro só vai perder dos Estados Unidos e do Canadá”.

Os investimentos

Em relação aos US$ 54 bilhões que a empresa investirá, cerca de US$ 20 bilhões serão aplicados na Bacia de Campos, por meio da compra de blocos exploratórios e parcerias com empresas especializadas em recuperação de campos, para estabilizar o declínio de produção do Pré-sal, pois segundo o presidente da Petrobras a Bacia de Campos já uma idosa e precisa de “cuidados”.

Além da bacia de Campos, o Comperj também é outro projeto da Petrobras que demandará investimentos. Atualmente a Petrobras aguarda um estudo para definir qual o projeto vai ser levado a frente com a chinesa CNPC.

Há até a possibilidade de negociar parte do campo de Marlim, na Bacia de Campos, com a empresa chinesa ficando com 20% do ativo e a Petrobras com 80%, porém a CNPC ficaria encarregada da construção de uma refinaria.

Hoje a Petrobras investe US$ 4 bilhões na construção do gasoduto rota 3, para interligar o pré-sal à UPGN do Comperj.
O empreendimento emprega 4.500 trabalhadores, segundo a Petrobras, a maioria foi recrutada na região de Itaboraí e a previsão é alcançar 7.500 pessoas empregadas na obra.

Leia também aqui no seu portal CPG ! Petrobras vende 7 campos no Rio Grande do Norte para 3R Petroleum !

Renato Oliveira

About Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)