Rede de postos de combustível economiza ao criar uma rede própria de energia solar

Roberta Souza
por
-
17-01-2022 21:08:11
em Energia Renovável, Energia Solar
energia - solar - postos de combustível Painel solar. Fonte: reprodução




A rede de postos de combustível da Autoposto teve significativas economias ao adotar um sistema de energia solar próprio

Para os postos de combustível, diminuir os gastos é um desafio constante com o qual eles precisam lidar constantemente. Para os que funcionam 24 horas, é ainda mais difícil: a necessidade de manter a fachada iluminada e as instalações como restaurantes, banheiros com chuveiro e lava-rápido funcionando nos sete dias da semana, aumenta todos os custos. E com a alta constante nas tarifas de eletricidade nos últimos anos, economizar é uma tarefa cada vez mais irrealizável. Por isso, a energia solar se tornou uma alternativa para estes estabelecimentos e vem sendo usada para controlar as despesas e aumentar a lucratividade.

Leia também:

“A maioria dos estabelecimentos do setor que investem em energia solar tem consumo mensal de até 20 mil kWh”, afirma Tassio Barboza, diretor técnico da Enersol Brasil, empresa especializada em desenvolvimento de projeto, instalação e manutenção de sistemas de energia solar da região Nordeste.

Esse é o caso do Autoposto Reforço, rede que há 38 anos opera nas estradas nordestinas e que investiu no sistema de energia solar para garantir a qualidade de serviço das instalações de suas quatro unidades. Com dois postos na Bahia, um em Sergipe e um em Alagoas, o grupo recebe diariamente cerca de 1.300 viajantes e 1.200 caminhões, que abastecem os automóveis e utilizam as instalações como churrascaria, lava-rápido, banheiro e estacionamento.

Esses atendimentos geravam à empresa Reforço um gasto de R$ 145 mil por mês na conta de energia, com a tarifa da bandeira amarela. “Decidimos investir em energia solar para tentar zerar ou reduzir ao máximo essa conta“, contou Joemir Mocellin, diretor administrativo da Reforço. Desenvolvido pela Enersol em parceria com a Fronius, o plano de energia solar da Rede Reforço significou um investimento de mais de 5,35 milhões de reais.

Para a produção de eletricidade suficientemente capaz de suprir 100% do consumo de energia dos postos de combustível, foram instalados, nas churrascarias e áreas de abastecimento, 40 inversores entre Fronius Eco e Eco Light e Fronius Symo, conectados a 3.844 painéis solares.

Economia real nos postos de combustível

Em um ano, as instalações já produziram energia suficiente para baixar a despesa de toda a rede de postos de combustível de R$ 145 mil para menos de R$ 30 mil por mês, uma diminuição de mais de 80%. A margem de economia muda conforme o posto e a região. O melhor resultado foi verificado na Bahia e em Alagoas, onde há isenção do ICMS sobre a tarifa de utilização do sistema de distribuição. O retorno sobre investimento foi calculado para aproximadamente 4 anos.

Frequentado por cerca de 700 a 900 pessoas por dia e parada de cerca de 600 caminhões, o Posto de combustível Reforço 1, de Poções-BA, que antes gastava cerca de 27 mil reais na conta de luz, hoje não precisa pagar mais de 300 reais mensais pela eletricidade. Já para as cerca de 200 pessoas e 100 caminhões atendidos por dia, o Posto Reforço 4 – Itatim chegou a desembolsar até 24 mil reais pela eletricidade consumida, e agora também paga tarifa mínima (em torno de 100 reais, aproximadamente). 

No Reforço de Rio Largo, em Alagoas, que recebe cerca de 120 pessoas ao dia, a conta de luz caiu de 32 mil reais mensais para faixa de 7 a 8 mil reais por mês. Segundo é   Tassio Barboza, o valor do investimento em equipamentos é praticamente proporcional ao consumo necessário. Por exemplo, para consumo de 12 mil kWh por mês (fatura de aproximadamente 12,5 mil reais), com gerador, inversores da Fronius e painéis solares, seria necessário investir 400 mil reais, cerca de 4,2 reais por Wp.

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos