Projetos de energia eólica no Rio Grande do Norte poderá receber aportes de R$ 1,4 bilhão, podendo chegar a 350 MW

Roberta Souza
por
-
12-07-2021 17:29:10
em Energia Renovável
Energia eólica – Rio Grande do Norte – projetos Projetos de energia eólica/ Fonte: Pontoon-e

O Rio Grande do Norte, maior produtor de energia eólica do país, liderou as contratações de projetos em um novo leilão, realizado pela Aneel

No último dia 8 de junho, quinta-feira, durante o novo leilão nacional para contratação de energia, realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), o estado do Rio Grande do Norte liderou as contratações. Veja também: Energia eólica offshore é foco do governo dos Estados Unidos, que pretende instalar parques de geração até 2030

Contratações de projetos de energia eólica, no estado do Rio Grande do Norte

A previsão é que sejam investidos mais de R$ 1,4 bilhão na implantação dos projetos no estado do Rio Grande do Norte. No total, são 20 projetos de novas usinas de energia eólica para operação a partir de 2024 e 2025, além de que foram contratados 350,6 MW em geração de energia. Tal valor a ser investido no estado, equivale a quase três vezes o contratado para o segundo colocado no leilão, que foi o estado de São Paulo, com 131 MW.

O estado atualmente possui mais de 20 empresas de geração de energia eólica, com projetos em operação, de acordo com boletim divulgado pela Secretaria de Desenvolvimento do Estado em março. Além disso, são mais de 180 empreendimentos em operação, que colocam o estado na liderança nacional em potência instalada, com 5,2 GW. O Rio Grande do Norte ainda possui cerca de 52 empreendimentos na fase de construção (1,8 GW) e outros 78 já contratados (3,1 GW).

Estado tem posição geográfica “privilegiada”

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Jaime Calado, disse que 14 das maiores empresas do mundo do setor de energia eólica estão no estado do Rio Grande do Norte. Jaime ainda diz que a qualificação profissional, além da geografia privilegiada são os principais atrativos do estado.

Segundo o secretário o estado tem diversos cursos voltados especificamente para o mercado de energia eólica e por isso estão gerando emprego de qualidade. Além disso, formam um grupo de trabalho, composto por pesquisadores e outros agentes, especialmente focado nas energias renováveis, o que irá potencializar ainda mais este trabalho que estão desenvolvendo, com incentivos e inovação.

Confira também: Rio Grande do Norte tem 177 parques em operação e quatros projetos offshore aguardam licença

Em maio, o estado do Rio Grande do Norte ultrapassou a marca de 5 GW de capacidade de produção de energia eólica, representando cerca de 27,5% da capacidade de produção de “energia limpa” no Brasil. O Rio Grande do Norte segue sendo o líder nacional na produção da energia renovável, contando com 177 parques em operação, 52 em construção e 64 já contratados. Somados todos os projetos, são 9,6 GW de potência, segundo dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O estado ainda tem projetos para produzir energia em alto mar – offshore.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos