Início Projeto de mineração da Aura Minerals em Arraias, no Tocantins, deve gerar mais de 300 empregos, segundo projeções da Ameto

Projeto de mineração da Aura Minerals em Arraias, no Tocantins, deve gerar mais de 300 empregos, segundo projeções da Ameto

21 de junho de 2022 às 15:20
Compartilhe
Siga-nos no Google News
De acordo com as projeções da Ameto para a finalização do projeto, o empreendimento no ramo de mineração da Aura Minerals na cidade de Almas deve entregar mais de 300 empregos e contribuir para o desenvolvimento do estado do Tocantins.
Foto: Aura Minerals

De acordo com as projeções da Ameto para a finalização do projeto, o empreendimento no ramo de mineração da Aura Minerals na cidade de Almas deve entregar mais de 300 empregos e contribuir para o desenvolvimento do estado do Tocantins.

Durante a última sexta-feira (17/06), o presidente da Agência de Mineração do Estado do Tocantins (Ameto), Mauro Mota, visitou o empreendimento da Aura Minerals na região de Almas, no estado do Tocantins, e comentou sobre o negócio. As projeções da agência mostram que, além dos 400 empregos que já foram entregues, o projeto de mineração deverá beneficiar a população com 300 novas oportunidades até a finalização das obras.

Aura Minerals já está com projeto de mineração avançado no Tocantins e Ameto espera bons resultados quanto às oportunidades de empregos para os moradores

A última semana foi bastante relevante para o cenário da mineração do estado do Tocantins, com uma breve visita feita pelo presidente da Ameto ao projeto da Aura Minerals na região de Almas, onde pôde ver como está o andamento do empreendimento.

Artigos recomendados

O negócio, que focará na mineração de ouro no estado, já está na fase de implantação e contribuirá de forma significativa para o desenvolvimento socioeconômico da região com a entrega de empregos à população. 

Trabalhe no Setor Eólico do Brasil

O projeto de mineração da Aura Minerals teve sua pedra fundamental lançada durante o mês de 2021 e já conseguiu avançar de forma significativa ao longo dos últimos meses na fase inicial. Assim, o presidente da Ameto destacou, durante a sua visita ao empreendimento, que o projeto de exploração de ouro não só irá trazer novos olhares para a mineração no estado do Tocantins e fomentar novos empreendimentos futuros, como também será essencial para garantir novas oportunidades aos moradores da região. 

A mineração é uma das atividades mais importantes no Brasil, em razão das oportunidades que ela gera em seus empreendimentos, e isso não seria diferente no projeto da Aura Minerals. Isso pois o empreendimento já gerou cerca de 400 empregos diretos para a população até a sua fase atual.

Segundo projeções da Ameto, mais de 300 oportunidades de empregos ainda serão oferecidas aos moradores da região até a finalização do negócio. Assim, o município de Almas e todo o estado do Tocantins poderão aproveitar de forma positiva a instalação do empreendimento na região. 

Prefeito de Almas destaca importância de projeto de mineração da Mineradora para o desenvolvimento socioeconômico do estado em razão dos empregos oferecidos

Além do presidente da Ameto, o prefeito da cidade de Almas, Wagner Nepomuceno (Vaguinho), comentou sobre a importância do negócio para a região e disse que “cerca de 400 postos de trabalhos diretos já foram criados até o momento na fase de construção do empreendimento e, em breve, mais 300 pessoas serão empregadas”, enquanto Mota complementou a relevância do projeto: “A mineração é uma atividade estratégica, pois atrai investimentos e promove o desenvolvimento econômico, e a presença da Aura em Almas mostra o potencial que o Tocantins tem nesse setor”.

A Aura Minerals é uma das maiores empresas do ramo da mineração de ouro no Brasil. Atualmente, possui um grande portfólio de negócios formados por empreendimentos como a mina de ouro de San Andres em Honduras, a mina de ouro Ernesto/Pau-a-Pique no Brasil, a mina de cobre, ouro e prata de Aranzazu no México e a mina de ouro de Gold Road nos Estados Unidos. Agora, a empresa investe no estado do Tocantins para aproveitar o potencial de produção que a região possui. 

Além do prefeito de Almas e do presidente da Ameto, também estiveram presentes na visita representantes da região, como o presidente da Junta Comercial (Jucetins), José Aníbal, o diretor da Secretaria da Indústria, Comercio e Serviços (SICS), Carlos Carneiro, e o diretor de Aquicultura da Secretaria da Agricultura (Seagro), Alexandre Godinho.

Relacionados
Mais recentes