Porto de Santos sofre com falta de mão de obra qualificada; saiba o que você precisa ter para conseguir um emprego no setor

Fábio Lucas
por
-
26-04-2021 09:55:19
em Indústria Naval, Portos e Estaleiros
Porto de Santos - mão de obra - empregos Foto: Site Porto de Santos

Setor portuário sofre com a falta de mão de obra qualificada para ocupar cargos de inovação tecnológicas nos portos. Porto de Santos é um grande exemplo.

Localizado na cidade litorânea de Santos, o Porto de Santos é um dos mais importantes do continente. Com tamanha estrutura, logística e tecnologia, o local precisa dos melhores profissionais e muita mão de obra qualificada. Entretanto, o Porto de Santos está tendo muitas dificuldades para encontrar profissionais capacitados, que possuam os conhecimentos técnicos para o desenvolvimento de tecnologias e novas soluções logísticas. Com isso, muitas vagas de empregos continuam desocupadas por falta de mão de obra.

Com a concorrência entre outros terminais portuários, o Porto de Santos exige mão de obra bastante qualificada para executar tecnologias, que possam vir a resolver os problemas apresentados. Geralmente os especialistas do Porto trabalham em cima de uma problemática, buscando técnicas e aprimoramentos para aumentar a sua eficiência e automação.

Em artigo publicado na A Tribuna, Ricardo Pupo Larguesa, sócio fundador da T2S Tecnologias, afirma estarem em falta no mercado cursos de qualificação para aprimorar os trabalhadores para desenvolverem os serviços, por isso a dificuldade em conseguir mão de obra qualificada para ocupar as vagas de empregos.

Na pandemia, a demanda aumentou e o problema (de falta de pessoal) ficou ainda mais evidente. O setor portuário não pode parar e as empresas precisaram de mais sistemas e de adequações para que os de uso interno pudessem ir para fora, já que os profissionais estavam em home office. Foi um esforço de segurança e infraestrutura“.

Como se qualificar e conseguir oportunidades de empregos em Portos em todo o Brasil

Ricardo também ressaltou um problema bem presente nos candidatos, destacando que muitas pessoas se animam quando veem que o mercado está aquecido e pagando um bom salário, entretanto, ele destacou que é necessário possuir um conhecimento base em matemática, lógica e inglês.

Porto de Santos não é o único que possui dificuldades em encontrar profissionais capacitados

Marco Riveiros, CEO da Zero Treze Innovation, destacou um estudo que projeta a demanda de 70 mil profissionais qualificados anualmente para o setor portuário. Todavia, o Brasil só possui 46 mil pessoas sendo formadas anualmente com capacidade para assumir esses postos de trabalho. Ele destacou que a escassez de mão de obra é uma demanda global.

Luiz Simões, diretor de tecnologia da Modalgr, informou que a empresa possui 50 vagas abertas, mas que ainda não encontrou mão de obra qualificada para ocupar as vagas de empregos.

Vander Serra Abreu, diretor da IPort Solution, destaca que a pandemia impede visitas técnicas das universidades nos Portos, dificultando ainda mais a formação de novos profissionais. Ele ainda afirmou que sente a falta de cursos nas Universidades com estudos para soluções na área portuária.

Serra ainda aconselhou: o profissional que quiser um emprego nesta área tem que ter no seu sangue inovação tecnológica. Além disso, é necessário saber ou querer aprender sobre as áreas que ainda precisam ser automatizadas.

Tags:
Fábio Lucas
Jornalista brasileiro, amo esportes, notícias e política. Já contribui em diversos outros portais relacionados a esportes, economia e informações regionais.
fwefwefwefwefwe